HISTÓRIA DA LOUCURA, FOUCAULT E O FENÔMENO DA LOUCURA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
HISTÓRIA DA LOUCURA, FOUCAULT E O FENÔMENO DA LOUCURA por Mind Map: HISTÓRIA DA LOUCURA, FOUCAULT E O FENÔMENO DA LOUCURA

1. 1978

1.1. Movimento de Trabalhadores em Saúde Mental + Reforma Sanitária

1.1.1. queda da indústria da loucura

1.1.2. abertura dos Centros de Atenção Psicossociais (CAPS)

1.1.2.1. luta antimanicomial

1.1.2.1.1. Reforma Psiquiátrica como política do SUS

1.1.2.1.2. desinstitucionalização da loucura

1.1.2.1.3. humanização dos serviços

2. ITÁLIA (1968/1969)

2.1. Lei de Mariotti

2.1.1. internamento voluntário ao invés de compulsório

2.2. Lei Basaglia

2.2.1. integração da doença mental na legislação sanitária

3. HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS (SÉC. XX)

3.1. internação em tempo integral é longa duração

3.1.1. superlotação

3.1.2. maus tratos

3.1.3. separação de classes

3.1.3.1. rico internado em clínica particular com prognóstico diferente: reinserção na sociedade

3.1.3.2. pobre encaminhado ao hospital psiquiátrico: violência do sistema social

4. BRASIL

4.1. SÉC. XVI ao XIX: loucura como desordem e perturbação da paz social

4.1.1. religião

4.1.1.1. isolamento dos “loucos” em porões das Santas Casas de Misericórdia e nas prisões públicas

4.1.1.2. Hospício de Pedro II

4.1.1.2.1. modelo francês de Pinel e Esquirol

4.2. Proclamação da República (1889)

4.2.1. loucura encampada pelo discurso científico médico-psiquiátrico

4.2.1.1. substituição do tratamento desumano por valores humanitários

4.2.1.2. medicalização da loucura

4.2.1.3. expansão de hospitais psiquiátricos, mas sempre com a visão de isolamento

5. SÉC. XVIII e XIX

5.1. surgimento de asilos com valor terapêutico

5.1.1. loucura definida como alienação mental

5.1.1.1. Philippe Pinel

5.1.1.1.1. libertação dos loucos de Bicêtre

5.1.1.2. Samuel Tuke

5.1.1.2.1. cura de doentes em casas de campo, livre de correntes e grades

6. segregação

6.1. lugares obscuros

6.1.1. separação de classes

6.1.1.1. loucos “conhecidos” tolerados

6.1.1.2. loucos “estranhos”, bêbados e devassos confinados em navios para exílios ritualísticos

7. esvaziamento dos leprosário no final da Idade Média

7.1. final do séc. XV usados para tratar doenças, inclusive a loucura

8. estrutura de exclusão da loucura

8.1. Hospital Geral de Paris (1656) – internação dos pobres

8.1.1. sem caráter médico

8.1.1.1. forçação do trabalho como purificação

8.2. libertação dos acorrentados de Bicêtre (1794)