Profissão do Professor

Mapa Formação do Professor

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Profissão do Professor por Mind Map: Profissão do Professor

1. Identidade Docente

1.1. Desenvolvimento

1.1.1. Permanente

1.1.2. Coletivo

1.1.3. Individual

1.2. PEREIRA (2000) e MARTINS (1998)

1.2.1. Construções Sociopoliticas e históricas

1.3. Tipos de Educação

1.3.1. Formal

1.3.1.1. Escola

1.3.2. Não formal

1.3.2.1. instituições diversas

1.3.3. Informal

1.3.3.1. processo de socialização

1.4. Característica

1.4.1. Autonomia

1.4.1.1. Decisões pedagógicas e administrativas

1.4.2. Acreditar na educabilidade

1.5. Conhecimento

1.5.1. relação entre:

1.5.1.1. Professor

1.5.1.2. Aluno

2. Formação Continuada

2.1. NÓVOA 2000

2.1.1. Capitalização do SELF

2.1.2. Profissionalização

2.1.2.1. melhoria

2.1.3. Proletarização

2.1.3.1. degradação

2.1.3.1.1. Separação entre concepção e execução

2.1.3.1.2. estandartização das tarefas

2.1.3.1.3. redução de custos

2.1.3.1.4. aumento das exigências

2.1.4. DESENVOLVIMENTO DA PROFISSÃO

2.1.4.1. Ocupação principal

2.1.4.2. Atividade Docente

2.1.4.3. Instituição especifica para formar prof

2.1.4.4. Associação Profissional

2.1.5. Relação Pedagógica da docência

2.1.5.1. dinamica prof e aluno

2.1.5.2. Anastasiou 1998

2.1.5.3. Função política da docência

2.1.6. Saberes da Docência

2.1.6.1. Saberes da experiência

2.1.6.2. Saberes pedagógicos

2.1.6.3. Saberes Especificos

2.1.6.4. MARTINS 2003

2.1.6.4.1. saberes contextualizados

2.1.6.5. TARDIF 2002

2.1.6.5.1. análise do saber docente

3. estatuto

4. Formação Inicial

5. Contexto Histórico:

5.1. Tradicional

5.2. Egito antigo

5.2.1. Uso do discurso

5.3. Grécia Antiga

5.3.1. Fala na politica

5.3.2. Armas de guerra

5.4. Idade Média

5.4.1. Formar Cristãos

5.5. Reforma Religiosa (Séc. XVI)

5.5.1. Patriótico

5.5.1.1. Coletivo

5.5.1.1.1. BITTAR e FERREIRA JUNIOR 2002

5.5.1.1.2. COMENIUS 1997

5.5.2. Ratio Studiorum

5.5.2.1. Regras de conduta na aula

5.6. Revolução Industrial

5.6.1. Formação para mão de obra

5.6.1.1. Brasil 1749 - Aulas Régias

5.6.2. Método Lancaster

5.6.2.1. ensino mútuo/ grupos de estudo

5.7. Reforma do Ensino 1854

5.7.1. Conferencia Pedagógica

5.7.1.1. Professores sem formação

5.8. Manifesto de 1932

5.8.1. Escola Nova

5.8.1.1. Anísio Teixeira e Lourenço Filho

5.8.1.1.1. Educação Ativa/Centrado na criança

5.8.1.1.2. Método de ensino

5.8.1.2. INEP

5.9. Ditadura Militar 1960 - 1980

5.9.1. Lei 5.540/1968 e Lei 5.692/1971 ensino superior

5.9.2. Escola Tecnicista

5.9.2.1. Divisão e racionalização do trabalho

5.9.2.2. Planejamento

5.9.2.3. Execução

5.9.2.4. Recursos tecnológico sala de aula

5.9.2.5. Centralização e avaliação no Desempenho

5.9.2.6. Atividade Instrumental

5.10. Neoliberalismo

5.10.1. globalização da economia

5.10.1.1. Reorganização do trabalho

5.11. Atualmente

5.11.1. CONSTRUTIVISTA

5.11.1.1. Piaget

5.11.1.1.1. situação-problema

5.11.2. SOCIOCULTURAL

5.11.2.1. Transformações sociais

6. Prática Pedagógica

6.1. Dificuldades

6.1.1. Emilia Ferreiro

6.1.1.1. Processo de alfabetização

6.1.1.1.1. geometria

6.1.1.1.2. Como

6.1.2. Romanowski, Martins e Wachowicz 2005

6.1.2.1. Dificuldades e distúrbios de aprendizagem

6.1.2.2. práticas de inclusão

6.1.2.3. afetividade

6.1.2.4. ludicidade

6.1.2.5. disciplina escolar