Envelhecimento

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Envelhecimento por Mind Map: Envelhecimento

1. Está relacionado ao desgaste da multiplicação de nossas células

1.1. Todo o nosso corpo possui células principalmente nossa pele;

1.1.1. Pele é formada por um sistema chamado SISTEMA TEGUMENTAR

1.1.1.1. Esse sistema é formado pela pele e seus anexos.

1.1.2. PELE e divida em duas camada distintas;

1.1.2.1. 1) EPIDERME

1.1.2.1.1. Dividida em 5 camadas;

1.1.2.2. 2) DERME

1.1.2.2.1. Derme papilar

1.1.2.2.2. Derme reticular

1.1.2.2.3. Possui fibras elásticas;

1.1.2.2.4. Dividida em 2 camadas;

2. A partir dos 70 anos foi se observado as fibras estavam fragmentadas

2.1. Ocorrendo assim a fragilidade na pele idosa

3. Diminuição do colágeno

3.1. Alterações regionalmente específicas da compactação e da disposição do colágeno e espessamento da membrana basal com o envelhecimento.

4. Com a idade podemos observar alguns fatores que ocorrem com o tempo.

4.1. 1) redução da espessura da epiderme e derme de indivíduos após os 60 anos;

4.2. 2) redução progressiva da superfície de contato. Epiderme e derme ao longo da vida;

4.2.1. Superfície de contato é formada a partir das papilas dérmicas;

4.2.1.1. Peles de pessoas idosas o número de papilas é menor em relação a pele mais jovens.

4.2.1.2. Com o tempo ocorre o aplanamento dessas papilas

4.3. 3) rede elástica e sua relação com o colágeno, mostram uma redução do entrançamento dos Ramos das fibras elásticas em torno dos feixes de colágeno.

5. Em relação ao envelhecimento cutâneo observamos alguns fatores;

5.1. Envelhecimento intrínseco

5.2. Envelhecimento actínico (provocado pela fotoexposição)

5.2.1. Aqui encontramos o processo de elastose solar;

5.2.1.1. Provocado pela exposição crônica à radiação UV, caracterizada pela hiperplasia intensa.

5.3. Diferentes graduações são observadas por essas manifestações em níveis diferenciados;

5.3.1. 1) alterações epidérmicas de pigmentação e de textura.

5.3.2. 2) alterações epidérmicas e dérmicas; queratose actínica e seborreica; rugas.

5.3.3. 3) rugas severas; coloração amarelada; comedões e poros dilatados; lesões malignas.

5.4. Ocorrem alterações nas estruturas subcutâneas;

5.4.1. Alterações são provocadas principalmente pela diminuição da capacidade proliferativo das células;

5.4.1.1. E pela redução da sua capacidade biossintética.

5.5. Modificações nas propriedades biomecânicas da pele;

5.5.1. Principais parâmetros biomecânica utilizados para determinação do grau de envelhecimento são a rugosidade e a elasticidade.

5.6. Alterações visuais

5.6.1. Afinamento da pele em áreas protegidas;

5.6.2. Espessamento da pele das áreas expostas a radiação solar;

5.6.2.1. Formando se rugas e a perda da elastcidade

5.6.3. A pele envelhecida e fina, pálida, com rugas finas, apresentando frouxidão e ressecamento;

5.6.4. A pele foto envelhecida tem a mesma característica de ressecada, com pigmentação irregular e amarelada, sulcos profundos e pequenas rugas;

5.6.4.1. Observa se teliangectsias, queratose actínica e outras lesões pré-malignas.

5.7. Formação de AGEs

5.7.1. Formação de produtos finais de glicação. Que são originados pela reação entre os açúcares redutores e os resíduos NH2 ou guanidina das proteínas adjacentes.

6. Envelhecimento tem fatores multifatoriais e multifuncionais;

6.1. Ocorrendo assim alterações fisiológicas e de mudanças corporais, acusados por fatores externos;

6.1.1. Poluicao

6.1.2. Radiação solar

6.1.3. Tabaco

6.2. Processo biológico complexo e continuo dado por alterações celulares e moleculares;

6.2.1. Os queratinócitos e fibroblastos se reproduzem mais lentamente;

6.2.2. Há uma diminuição também no sistema imune da pele causado pelo esgotamento das células de langerhans, e as que sobram permanecem quase inativas.