Química Inorgânica

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Química Inorgânica por Mind Map: Química Inorgânica

1. As reações químicas são classificadas em 4 tipos:

1.1. - Síntese ou Adição: reação entre duas substâncias reagentes gerando uma mais complexa (2 ou mais reagentes e 1 produto). Ex: C + O2 → CO2.

1.1.1. - Análise ou Decomposição: um reagente dá origem a dois ou mais produtos. Ex: 2NaCl → 2 Na + Cl2

1.1.1.1. - Deslocamento ou Simples Troca: reação entre uma substância simples e outra composta, originando outra substância simples e outra composta. Ex: 2 Fe(s) + 6 HCl(aq) → 2 FeCl3(aq) + 3 H2(g)

1.1.1.1.1. Dupla troca: reações entre duas substâncias compostas que permutam entre si os elementos químicos, gerando duas novas substâncias compostas. Ex: NaCl + AgNO3 → AgCl + NaNO3.

2. - Reação química é quando uma ou mais substâncias se transformam em novas. - Equação química é a representação de uma reação química.

2.1. Quando um elemento ganha elétrons, dizemos que ele sofreu uma redução. Por outro lado, quando há perda de elétrons, trata-se de uma oxidação.

2.1.1. Nobreza # Reatividade

2.1.1.1. Equações iônicas = equações químicas que envolvem íons. Ex: Zn(s) + Cu2+(aq)→Cu(s) + Zn2+(aq)

2.2. Alunos: Ana Luísa Paixão nº3 Laura Cristina Cardoso nº 23 Pedro Lucas Jardim nº38

3. As reações de deslocamento ou simples troca (A+BC→AC+B) podem ocorrer de 3 formas:

3.1. - Envolvendo metais: O metal mais reativo (A) desloca o íon B. O metal mais reativo é o mais eletropositivo, pois a tendência do metal é doar elétrons. Ex: Zn(s) + CuSO4(aq) → Cu(s) + ZnSO4(aq) (O zinco desloca o cobre) Cu(s) + ZnSO4(aq) → não ocorre (o contrário não acontece, porque o zinco é mais reativo que o cobre, logo este não conseguiria deslocar o zinco do sulfato.)

3.1.1. - Envolvendo metais com ácidos: Zn(s) + 2 HCl(aq) → ZnCl2(aq) + H2(g) (o zinco deslocou o hidrogênio do HCl e foi formada uma nova substância composta, o cloreto de zinco, e outra substância simples, o gás hidrogênio.)

3.1.1.1. - Envolvendo não metais: Br2 + 2KI → 2NaBr + I2 (a reação ocorre, pois o bromo é mais reativo que o iodo.)

3.1.1.1.1. Basicamente, as reações de deslocamento dependem das filas de reatividade dos metais e dos ametais (a reação só ocorrerá de fato se o elemento da substância simples estiver à esquerda do elemento da substância composta).

4. Há três circunstâncias típicas de ocorrência de reações de dupla troca:

4.1. - Com precipitação: é a mais fácil de ser visualizada em razão da presença do precipitado sólido que se deposita no fundo do recipiente. Ex: AgNO3 + NaCl → NaNO3 + AgCl (o NaNO3 é um composto solúvel em água e o AgCl é insolúvel, sendo este o precipitado). Portanto, os reagentes devem ser solúveis e um dos produtos insolúveis.

4.1.1. - Com formação de produto volátil: a reação se caracteriza pela formação de um gás. Ex: 2H+(aq) + CO3-2(aq) → CO2(g) + H2O(l) (o gás carbônico CO2 é mais volátil que os reagentes). Dessa forma, os reagentes não voláteis devem formar ao menos um produto volátil.

4.1.1.1. - Com formação de produto menos ionizado: origina um produto menos dissociado, mais fraco. Ex: HCl(aq) + NaOH(aq) → NaCl(aq) + H2O(l) (neutralização - o produto H2O é menos ionizado que os reagentes). Logo ,os reagente muito dissociados formam um produto menos ionizado.