Guerra do Paraguai

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Guerra do Paraguai por Mind Map: Guerra do Paraguai

1. Brasil

1.1. assume caráter de líder após a Guerra Grande

1.2. relação com Paraguai - foco de tensão

1.2.1. navegação e fronteiras

1.3. relação com Uruguai a partir de 1862 - foco de tensão, pois Uruguai se recusa a renovar os tratados assinados quando da Guerra Grande

1.3.1. política uruguaia então contrária aos interesses do Rio Grande do Sul

1.3.1.1. pressão para derrubar os blancos junto ao governo e entregar a presidência aos aliados (colorados)

1.4. Exército brasileiro à época da guerra: dificuldades

1.4.1. investimento maior do governo se dera na Guarda Nacional

1.4.2. recrutamento forçado - indisciplina

1.4.3. investimento necessário para ampliar o contingente e as armas

1.4.3.1. mobilização da opinião pública por meio da imprensa

1.4.3.1.1. notícia da invasão - repercussão - mobilização no sentido patriótico

1.4.3.1.2. imprensa disseminava a ideia de Solano como um ditador bárbaro à frente de um país em trevas

1.4.3.1.3. novas formas de recrutamento

2. Argentina

2.1. anteriormente chamada de Confederação Argentina

2.1.1. Buenos Aires não aceita se submeter a Urquiza, separa-se a fim de formar um novo Estado

2.1.1.1. ação não aceita pelo governo: perderia o porto de Buenos Aires

2.1.1.1.1. 1859: Guerra entre a Confederação Argentina e Buenos Aires

2.2. Presidência de Urquiza (Entre Ríos e Corrientes) após a Guerra Grande

2.3. 1864 - sob liderança de Venâncio Flores, tropas coloradas partem da Argentina em direção ao Uruguai para invadir e derrubar o governo

2.3.1. Flores assume a presidência

3. Uruguai

3.1. governo colorado estabelecido após a Guerra Grande

3.1.1. paz instável: blancos assumem a presidência pouco depois do fim da Guerra Grande

3.1.1.1. 1862 - um ano após os tratados assinados com o Brasil expirarem

3.1.1.1.1. Uruguai não renova os tratados

3.2. tratados e alianças para conter Buenos Aires e suas pretensões

4. Paraguai

4.1. 1840 - morte de Francia, presidente e ditador paraguaio

4.1.1. Presidência assumida por Carlos Lopez

4.1.1.1. Grande proprietário, mantém regime ditatorial

4.1.1.2. rompe com isolamento que prevaleceu no governo de seu antecessor

4.1.1.2.1. novas características para sua economia

4.1.1.2.2. estabelece relações com a Inglaterra - importante fornecedora de manufaturados, além do financiamento e implementação de modernizações na infraestrutura paraguaia por bancos e empresários britânicos

4.1.1.3. aproxima-se do Brasil e do Uruguai

4.1.1.3.1. Uruguai: acesso ao porto de Montevidéu - escoar produção

4.1.1.3.2. Brasil: aliado forte contra possíveis tentativas de anexação por parte de Buenos Aires

4.1.1.4. morre em 1862, presidência assumida por Solano Lopez, seu filho

4.1.1.4.1. firma aliança com os blancos

4.2. 1864 - após a queda de Aguirre, presidente uruguaio blanco, o Paraguai invade o Brasil, na região sul do Mato Grosso - início da Guerra do Paraguai

4.2.1. invasão - vista pelo governo como melhor forma de se defender

4.2.1.1. estratégia vitoriosa inicialmente

4.2.2. 04/1865 - Paraguai invade Corrientes e Missiones: províncias argentinas

5. conflitos

5.1. antagonismos entre projetos nacionais distintos

6. Tríplice Aliança

6.1. Brasil + governo colorado do Uruguai + Argentina

6.1.1. comando primeiramente de Bartolomé Mitre, em seguida, do brasileiro Marquês de Caxias

6.2. 1871 - vitória

6.2.1. demandas impostas ao Paraguai pelo Brasil

6.2.1.1. região fronteira: incorporada ao Brasil

6.2.1.2. liberdade de navegação pelos rios

6.2.1.3. influência direta na política do Paraguai