COMO FALAR CORRETAMENTE E SEM INIBIÇÕES.

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
COMO FALAR CORRETAMENTE E SEM INIBIÇÕES. por Mind Map: COMO FALAR CORRETAMENTE E SEM INIBIÇÕES.

1. AS PARTES QUE COMPÕEM UM DISCURSO:

1.1. PREPARAÇÃO.

1.2. ASSUNTO CENTRAL.

1.3. CONCLUSÃO.

2. INTRODUÇÃO.

3. INTERDEPENDÊNCIA.

4. RITMO.

4.1. VELOCIDADE.

4.1.1. EXPRESSÃO CORPORAL.

5. VOCABULÁRIO.

6. QUALIDADES DO ORADOR PARA AJUDA-LO A FALAR MELHOR:

6.1. INSPIRAÇÃO.

6.2. CRIATIVIDADE.

6.2.1. VOZ.

6.2.1.1. DICÇÃO.

6.3. ENTUSIASMO.

6.4. DETERMINAÇÃO.

6.5. OBSERVAÇÃO.

6.6. TEATRALIZAÇÃO.

6.6.1. SÍNTESE.

6.6.1.1. EXPRESSIVIDADE DA FALA.

6.6.1.1.1. NATURALIDADE.

6.7. CONTROLAR O MEDO DE FALAR EM PÚBLICO.

6.7.1. ORADOR REAL

6.7.2. ORADOR IMAGINAD

6.7.2.1. -QUANDO O MEDO APARECER, ENCARE-O NORMALMENTE. -CONTROLE SEU NERVOSISMO. -TENHA UMA ATITUDE CORRETA. -SAIBA O QUE FALAR. - NÃO TIRE CONCLUSÕES PRECIPITADAS. -NÃO ADQUIRA VÍCIOS. -CHAME A SUA VOZ COM A RESPIRAÇÃO. -PRATIQUE.

7. HABILIDADE.

7.1. RESPIRAÇÃO.

7.1.1. INTENSIDADE.

7.1.1.1. CONHECIMENTO.

8. MEMÓRIA.

9. A ORATÓRIA NOS DIAS ATUAIS.

9.1. O AUDITÓRIO DE HOJE SOLICITA UMA FALA MAIS NATURAL E OBJETIVA.

10. -

11. TODOS PRECISAM FALAR BEM PARA ENFRENTAR AS MAIS DIFERENTES SITUAÇÕES:

11.1. COMO LIDAR COM SUBORDINADOS, DIRIGIR OU PARTICIPAR DE REUNIÕES, APRESENTAR RELATÓRIOS, PRESIDIR SOLENIDADES, VENDER OU APRESENTAR PRODUTOS E SERVIÇOS, NEGOCIAR COM GREVISTAS E LÍDERES SINDICAIS, DAR ENTREVISTAS, FAZER PALESTRAS, MINISTRAR CURSOS...

12. HISTORIA DA ARTE ORATÓRIA.

12.1. GREGOS

12.1.1. A ORATÓRIA ENCONTROU UM CAMPO FÉRTIL.

12.2. ROMANOS

12.2.1. SOFRERAM EXTRAORDINÁRIA INFLUENCIA CULTURAL.

13. CONHEÇA O PUBLICO QUE IRÁ OUVI-LO.

13.1. FORMAS DE CONQUISTAR:

13.1.1. DOCILIDADE.

13.1.2. CONHECIMENT DA MATÉRIA A SER TRATADA.

13.1.3. DEMONSTRAR CLARAMENTE A UTILIDADE E A RELEVÂNCIA DA MATÉRIA, OBJETIVO DO DISCURSO.

13.2. CONSIDERE OS SEGUINTES ELEMENTOS:

13.2.1. SEXO.

13.2.2. IDADE.

13.2.3. NÍVEL SOCIOCULTURAL.

13.2.4. AMBIENTE.

13.2.5. EXPECTATIVA.

13.2.6. CONHECIMENTO DO ASSUNTO.

14. ELEMENTOS ESSENCIAIS PARA A CONSTRUÇÃO DE UM DISCURSO:

14.1. PROPORCIONALIDADE.

14.2. ELUCIDAÇÃO.

15. APRESENTAR UM DISCURSO DISCURSO

15.1. IMPROVISA-LO.

15.1.1. TER UMA FALA DECORADA.

16. DISCURSOS DE CIRCUNSTÂNCIAS.

16.1. SAUDAÇÃO.

16.1.1. QUANDO BEM REALIZADA AUMENTA O PRESTÍGIO DO ORADOR.

16.1.2. RESPONDER A UMA SAUDAÇÃO.

16.1.2.1. AGRADECER A HOMENAGEM, QUEM O SAUDOU E QUEM AJUDOU A FAZE-LO.

16.2. DESPEDIDA.

16.2.1. DIZER COMO CHEGOU EM DETERMINADO LUGAR E COMO ESTÁ PARTINDO.

16.2.1.1. ELOGIAR E FALAR DO FUTURO.

16.2.1.1.1. DEMONSTRAR VONTADE DE RETORNO.

16.3. APRESENTAR UM ORADOR.

16.3.1. DESPERTE INTERESSE.

16.3.1.1. REPITA O TEMA.