Contração muscular esquelética

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Contração muscular esquelética por Mind Map: Contração muscular esquelética

1. Estímulo elétrico

1.1. Sinapse na junção neuromuscular

1.2. A acetilcolina é liberada pelo neurônio motor somático

1.3. A acetilcolina se liga aos receptores de ACh na placa motora

1.4. A acetilcolina gera um potencial de ação na fibra muscular

1.5. O potencial de ação desencadeia a liberação de cálcio do retículo sarcoplasmático.

2. Contração muscular

2.1. Cálcio entra abundante no citoplasma.

2.2. Troponina se liga reversivelmente ao cálcio

2.3. Complexo troponina + Cálcio puxa a tropomiosina que se desloca, expondo o sítio de ligação da actina

2.4. A miosina hidrolisa o ATP, transformando-o em ADP e fosfato inorgânico.

2.5. A cabeça da miosina gira e se liga a actina, puxando-a.

2.6. O filamento de actina desliza sobre a miosina em direção ao centro do sarcômero, encurtando o sarcomero e promovendo contração.

2.7. A miosina libera ADP

2.8. ­A miosina permanece ligada a actina até que uma nova molécula de ATP se ligue (A ligação com o novo ATP diminui a afinidade da ligação da actina com a miosina, e a miosina se desliga da actina).

2.9. ­ Os ciclos de contração se repetem enquanto os sítios de ligação estão expostos.

3. Relaxamento muscular

3.1. Há recaptação de Cálcio pela bomba de Cálcio do retículo sarcoplasmático (SERCA)

3.2. ­ Quando o cálcio no citoplasma diminui, o Cálcio se desliga da troponina.

3.3. ­ Na ausência de cálcio, a troponina permite que a tropomiosina retorne a posição original, cobrindo a maior parte dos sítios de ligação da miosina na actina.

3.4. Os filamentos do sarcômero permanecem nas suas posições originais