Como o Spotify atende às cinco características das organizações agéis?

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Como o Spotify atende às cinco características das organizações agéis? por Mind Map: Como o Spotify atende às cinco características das organizações agéis?

1. Pessoas

1.1. Comunidade coesa

1.1.1. Definem como trabalhar

1.1.2. Compartilham conhecimento

1.1.3. Cultura muito forte

1.1.3.1. Baseada em respeito mútuo

1.1.3.2. Equipes que trabalham se ajudando

1.1.3.3. Elogios entre as equipes

1.1.3.4. Sem espaços para EGOS

1.1.3.5. Pessoas trabalham de forma autônoma

1.1.3.6. Ambiente colaborativo

1.1.3.7. Foco em motivação

1.1.4. Forte comunicação

1.1.4.1. Clara

1.1.4.2. Transparente

1.1.4.3. Frequente

1.1.5. Criação de comunidades de interesses em comum

1.1.5.1. Compartilhamento de conhecimento específico

1.1.5.2. Criação de lista de e-mail por tema

1.1.5.3. Realização de conferências

1.2. Liderança compartilhada e servidora

1.2.1. Atribuem as responsabilidades

1.2.2. Focam na missão da equipe

1.2.3. Estratégia global

1.2.4. Definição de objetivos de curto prazo

1.3. Impulso empreendedor

1.3.1. Cada pessoa tem uma missão

1.3.2. As equipes trabalham para encotrar a melhor solução

1.3.3. Sem políticas

1.3.4. Sem cultura do medo

1.4. Mobilidade de papeis

1.4.1. Autonomia para as pessoas

1.4.2. Flexiblidade para trocar de equipes

2. Estratégia

2.1. Compartilhando propósito e visão

2.1.1. Construindo a cultura com os times

2.2. Sentindo e aproveitando as oportunidades

2.2.1. Pesquisa de satisfação dos funcionários

2.2.1.1. Atendendo os instaisfeitos

2.3. Alocação flexível de recursos

2.3.1. Cultura forte de polinização cruzada

2.4. Orientação estratégica acionável

2.4.1. O líder comunica qual problema deve ser resolvido e por que?

3. Estrutura

3.1. Estrutura clara e plana

3.2. Responsáveis com papeis claros

3.2.1. Equipes de infraestrutura

3.2.1.1. Providenciam ferramentas

3.2.1.2. Estabelecem rotinas para entregas contínuas

3.2.1.3. Testes A/B

3.2.1.4. Monitoram as operações

3.3. Governança pratica

3.3.1. Autonomia dentro da equipe

3.4. Comunidades robustas de práticas

3.5. Parcerias ativas e ecossistema

3.6. Ambiente físico e virtual aberto

3.6.1. Ambiente físico aberto

3.6.2. Equipes trabalham próximas

3.6.3. Estrutura com mobilidade

3.6.4. Ambientes para planejamento

3.6.5. Ambientes para descanso

3.6.6. Paredes com quadros brancos para discutir ideias e planejar ações

3.7. Células responsáveis pela adequação à finalidade

3.7.1. Equipes alinhadas

4. Tecnologia

4.1. Arquitetura, sistemas e ferramentas tecnológicas em evolução

4.1.1. Estabelecem a padronização de ferramentas em equipes

4.1.2. Estabelecida por mais de 100 sistemas

4.1.2.1. Gerenciamento de Playlist

4.1.2.2. Sistemas de Busca

4.1.2.3. Monitoramento

4.1.3. Arquitetura

4.1.3.1. Desacoplada (ambiente de testes)

4.1.3.2. Equipe end-to-end

4.1.3.3. Novos recursos são implantados gradualemente

4.2. Práticas de desenvolvimento e entrega de tecnologia de última geração

4.2.1. Práticas

4.2.1.1. Aplicação de testes A/B

4.2.1.2. Kanban

4.2.1.3. Scrum (Sprints)

4.2.1.4. Estórias

4.2.1.5. Utilizam um framework para fazer entregas desacopladas

4.2.2. Tecnologia

4.2.2.1. Editor de códigos

4.2.2.2. Git

5. Processos

5.1. Interação e experimentação rápida

5.1.1. Compartilhamento do aprendizado e das falhas

5.1.1.1. Escrever em blogs

5.1.1.2. Fazer apresentações

5.1.1.3. Pequenas reuniões

5.1.1.4. Fluxo de Gerenciamento de incidentes

5.1.2. Entregas periódicas

5.1.3. Falhe rápido! Aprenda Rápido

5.2. Maneiras padronizadas de trabalhar

5.2.1. Utilização de ferramentas e compartilhamento entre as equipes

5.2.2. Criação de guias de design

5.2.3. Manual de padronização de códigos

5.3. Orientação de desempenho

5.3.1. Código livre

5.3.2. Utilização de trens de entrega

5.3.3. Ativadores de recursos

5.4. Transparência da infromação

5.4.1. Interfaces de sistemas e protocolos claros

5.5. Aprendizado contínuo

5.5.1. As equipes revisam os códigos umas das outras

5.5.2. Aprendizado com os erros

5.6. Tomada de decisão orientada à ação

5.6.1. Parede de falhas para aprender com os erros e tomar melhores decisões