Ensino de História e concepções historiográficas

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Ensino de História e concepções historiográficas por Mind Map: Ensino de História e concepções historiográficas

1. Tipologia das relações entre ensino de História e as concepções historiográficas.

1.1. • Ensino de História (ou educação histórica) não são um problema da História

1.1.1. Concepção historiográfica: uma vertente teórica e metodológica de um corpo formalizado de estudos

1.1.2. Ensino de História: fenômeno social, e não somente um fenômeno da educação formal - estabelece sentidos para o tempo experienciado pela coletividade

1.1.2.1. Ensino de História: processo de constituição de identidade (constante antropológica)

1.1.2.1.1. Conjunto de muitas possibilidades na qual, o ensino escolar é apenas uma das formas criadas por uma cultura específica

1.1.2.1.2. A partir do critério formal é uma ação intencional e educativa para formar uma determinada identidade ou conjunto de identidades aceitáveis

1.1.2.1.3. Ensino de História é o movimento, mais ou menos ordenado, de versões de um passado comum e de concepções de história que se associam e se sucedem, definida pela concepção de ciência utilizada na interpretação dos fenômenos.

1.1.2.2. Toda formulação que tenta isolar o ensino de História nas escolas das relações com seu entorno, fracassa...

1.2. • Concepções que consideram que o problema do ensino é iminente à produção e utilização social do conhecimento histórico

2. As concepções historiográficas na sua relação com o ensino de História

2.1. TRADICIONAIS

2.1.1. Professor como centro do conhecimento

2.1.2. O sujeito aprende como se percebe

2.1.3. A relação é de transmissão

2.1.4. Privação de reflexão epistemológica

2.1.5. Centralidade no conteúdo

2.2. CRÍTICAS

2.2.1. O problema não é a forma, mas o conteúdo excludente

2.2.2. A rediscussão dos conteúdos passa a ser o centro das reformas

2.2.3. A verdade está com quem critica

2.3. GENÉTICAS OU DIALÓGICAS

2.3.1. A verdade está nos olhos de quem vê

2.3.2. A verdade está na produção coletiva do diálogo

2.3.3. O conhecimento não é dado, mas é resultado de um trabalho, de uma construção

2.3.4. Não é absoluto ou definitivo, depende do estágio do conhecimento e confronto das argumentações

2.3.5. Pensamento de Paulo Freire

2.3.6. Ciência não como um saber-fazer isolado de outras formas de conhecer existentes na sociedade

2.3.7. É o que está fora da ciência da HISTÓRIA que a motiva e move

2.3.8. Paradigma emergente / Teoria da ação comunicativa

2.3.9. Alargamento da dimensão da razão e suas fontes

3. CATEGORIAS TEÓRICAS RELACIONADAS AO ENSINO DE HISTÓRIA

3.1. Ensino como produto do conhecimento produzido pela História

3.1.1. O ato de ensino não participaria do ato de produção de conhecimento

3.1.2. Entende que o ensino não é um problema: ensino só pode ser um problema da História na forma de História da Educação

3.2. A historiografia é resultado de uma reflexão didática - didática em sentido amplo (reflexão sobre procedimentos, fundamentos, resultados e usos)

3.2.1. Produzir conhecimento é ato de ensino e aprendizagem. Aprender história é ato de contrição e reconstrução

3.2.1.1. Didática passa de “apenas metodologia” do ensino para a reflexão sobre produção, circulação e consumo de conhecimento histórico (como se aprende história?)

3.2.1.1.1. Os fenômenos pelos quais se interpreta o tempo são englobadas ao seu campo de estudo