SOCIOLOGIA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
SOCIOLOGIA por Mind Map: SOCIOLOGIA

1. AULA 1

1.1. CRISE DA SOCIEDADE, UMA CIÊNCIA QUE PENSA NA SOCIEDADE

1.2. SOCIEDADE CAPITALISTA EM CRISE ECONOMICA E SOCIAL.

1.3. AUGUSTE COMTE

1.3.1. POSITIVISMO

1.3.2. FISICA SOCIAL

1.4. LEI DOS TRÊS ESTADOS

1.4.1. ESTADO TEOLOGICO (IDADE MEDIA)

1.4.2. ESTADO METOFISICO (IDADE MODERNA)

1.4.3. ESTADO POSITIVO (AGORA, HOJE)

1.4.3.1. CIÊNCIA

2. AULA 2

2.1. MARXISTA

2.1.1. ERA DIVIDIDA EM DUAS CLASSES: A BURGUESIA (QUE POSSUÍA O CONTROLE DOS MEIOS DE PRODUÇÃO) E O PROLETARIADO ( AQUELES QUE TINHAM POSSES E VENDIAM A SUA MÃO DE OBRA POR PREÇOS MUITO BAIXOS).

2.2. WEBERIANA

2.2.1. PODE SER COMPREENDIDA A PARTIR DO CONJUNTO DAS AÇÕES INDIVIDUAIS. ESTAS SÃO TODO TIPO DE AÇÃO DOS OUTROS. SÓ EXISTE AÇÃO SOCIAL, QUANDO O INDIVIDUO TENTA ESTABELECER ALGUM TIPO DE COMUNICAÇÃO, A PARTIR DE SUAS AÇÕES COM OS DEMAIS.

3. AULA 3

3.1. NO BRASIL, NAS DÉCADAS DE 1920 E 1930, ESTUDIOSOS FORAM EM BUSCA DO ENTENDIMENTO DA FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA, ANALISANDO TEMAS COMO ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA, ÊXODOS E ESTUDOS SOBRE ÍNDIOS E NEGROS. DENTRE OS AUTORES MAIS SIGNIFICATIVOS, TEMOS:

3.1.1. SÍVIO ROMERO: 1 AUTOR A FALAR SOBRE DIVERSIDADE CULTURAL E RACIAL NO BRASIL.

3.1.2. EUCLIDES DA CUNHA: OS SERTÕES, ESTUDO DO NORDESTE (COMO UM TODO), E DO SUL.

3.1.3. OLIVEIRA WANA: FAZ UM ESTUDO DO SUL E SUDESTE ( ECONOMIA CAFÉ COM LEITE).

3.1.4. GILBERTO FREYRE: CASA GRANDE E SENZALA, ESTRUTURA DO BRASIL COLONIAL, RELAÇÕES DE PODERES, EXPLORAÇÃO, VIOLÊNCIA E ABUSO. FILHOS DA PÁTRIA --> ILHAS DE ESTRUPOS.

3.1.5. SERGIO BUARQUE DE HOLANDA: RAÍZES DO BRASIL--> CORRUPÇÃO.

3.1.6. CAIO PRADO JÚNIOR: SÉC XX, UMA PERSPECTIVA MARXISTA, DEDICAVA AO PASSADO COLONIAL.

3.1.7. FLORESTAN FERNANDES: LUGAR DA EDUCAÇÃO COMO UMA EMANCIPAÇÃO SOCIAL, CONTA A DITADURA DA ÉPOCA.

3.1.8. RAYMUNDO FAORO: ACREDITAVA NO CRESCIMENTO WEBERIANO. O BRASIL COLONIAL ATÉ HOJE É DOMINANDO POR UMA DAS AÇÕES CARISMATICA.

4. AULA 4

4.1. MODO DE PRODUÇÃO PRIMITIVO

4.1.1. PALEOLITICO: COLETA (TIRA DA NATUREZA)

4.1.2. NEOLITICO: DESCOBERTA DO FOGO ( HOMEM SEDENTARIO.

4.1.2.1. PATRIARCADO: LUGAR DA MULHER E DO HOMEM.

4.1.2.2. AGRICULTURA: MANUSEAR AS SEMENTES, AGRICULTURA DE SUBSISTÊNCIA.

4.2. MODO DE PRODUÇÃO ASIÁTICO

4.2.1. SERVIÇOS COLETIVOS NAO ERA TRABALHO DE NINGUEM, E SIM DE DEUS.

4.2.2. IMPERIO DO EGITO.

4.2.3. MESOPOTAMIA.

4.2.4. IMPERIO PERSA.

4.2.5. SERVIÇOS DE COLETA, SEM PROPRIEDADE PRIVADA.

5. AULA 5

5.1. MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA

5.1.1. OS ESCRAVOS TINHAM UM DONO, O SEU SENHOR. CONSIDERADOS UMA FERRAMENTA COMO OS ANIMAIS, OS ESCRAVOS TRABALHAVAM PARA OS SENHORES SEM RECEBER NADA EM TROCA. ESSE MODO DE PRODUÇÃO FOI MARCADO PELO DOMÍNIO E SUJEIÇÃO.

5.2. MODO DE PRODUÇÃO FEUDAL

5.2.1. FOI MARCADO PELA RELAÇÃO SENHORES X SERVOS. OS SERVOS, APESAR DE NÃO SEREM PROPRIEDADE DOS SEUS SENHORES, TRABALHAVAM EM TROCA DE CASA E COMIDA, SEMPRE UM POUCO PARA SEUS SENHORES E UM POUCO PARA SI MESMOS.

5.3. MODO DE PRODUÇÃO CAPITALISTA

5.3.1. É O MAIS CONHECIDO, É CARATERIZADO PELAS RELAÇÕES ASSALARIADAS DE PRODUÇÃO. OS MEIOS DE PRODUÇÃO SÃO PROPRIEDADE PRIVADA DA BURGUESIA E DO TRABALHO ASSALARIADO. MOVIDO POR LUCROS, ESSE MODO É DEMARCADO POR DUAS CLASSES SOCIAIS PRINCIPAIS: BURGUESIA E O TRABALHADOR.

5.3.1.1. PRÉ CAPITALISMO.

5.3.1.2. CAPITALISMO COMERCIAL.

5.3.1.3. CAPITALISMO INDUSTRIAL.

5.3.1.4. CAPITALISMO FINANCEIRO.