O Futuro da Educação

Notas (incompletas) sobre o Futuro da Educação.Ana Margarida Fonsecawww.pedagogiadoelearning.com

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
O Futuro da Educação por Mind Map: O Futuro da Educação

1. professor como facilitador

2. Sal Khan - Março 2011 - Let’s use video to reinvent education

2.1. vídeos no YouTube para dar explicações

2.1.1. eficazes

2.1.2. divertidos

2.2. flipped lessons

2.3. estratégia educativa

2.3.1. sobrinhos

2.3.2. pessoas online

2.3.2.1. viralização destes recursos

2.3.3. professores online

2.3.3.1. sugestões

2.3.3.2. apropriação e reutilização pedagógica

2.3.3.3. alteração de metodologias de ensino

2.3.3.3.1. PBL

2.3.3.3.2. trabalho colaborativo

2.3.3.3.3. aprendizagem com os pares

2.4. criação da Khan Academy

2.4.1. STEM

2.4.1.1. gratuitas

2.4.1.2. professores

2.4.1.2.1. painel de controlo com todos os dados sobre desempenho dos alunos

2.4.1.3. alunos

2.4.1.3.1. P2P tutoring

2.4.1.4. REA

2.4.1.4.1. "data-centered reality"

2.4.1.4.2. sistema reticular

2.4.2. sala de aula de aula global

2.4.2.1. colaboração

2.4.3. motivação

2.4.3.1. gamificação

2.4.3.1.1. badges

2.4.3.1.2. pontos

2.4.3.1.3. quadros de honra

2.4.4. parcerias com escolas

3. Bill Gates - Abril 2013 - Teachers need feedback

3.1. foco nos professores

3.1.1. necessidade de

3.1.1.1. mentoria / orientação

3.1.1.2. incentivo

3.1.1.3. feedback

3.1.1.4. avaliação regular

3.1.1.4.1. possível solução

3.1.2. métodos de ensino

3.1.2.1. estagnados

3.1.2.2. inadequados

3.1.2.3. ultrapassados

3.1.2.4. reflexo nos resultados dos alunos

3.1.2.4.1. desmotivação

3.1.2.4.2. insucesso

3.1.2.4.3. baixa literacia

4. Vídeo Introdutório - Infográfico The Past, Present and Future of Education

4.1. Timeline

4.2. Evolução dos métodos e tecnologias disponíveis para educar - efeitos no tipo de aprendizagem

4.3. antevisão do futuro próximo

4.3.1. Como?

4.3.1.1. OER / REA - Recursos Educativos Abertos

4.3.2. Porquê?

4.3.2.1. grande especialização

4.3.2.2. necessidade de acompanhar os tempos, a evolução tecnológica e dar respostas a problemas prementes das pessoas e das comunidades

4.3.3. Por onde?

4.3.3.1. OER

4.3.3.2. MOOCs

4.3.3.3. online

4.3.3.4. em rede

4.3.4. Quem aprende?

4.3.4.1. todos

5. Peter Norvig - Março 2012 - The 100,000-student classroom

5.1. vídeo-aulas

5.1.1. vídeos curtos

5.1.2. com perguntas

5.2. aulas virtuais online

5.2.1. OER

5.2.2. prazos - 1 semana

5.2.2.1. motivação

5.2.2.2. permitir ritmos diferentes

5.2.2.3. garantir que todos vão a par do grupo

5.2.3. incentivo e foco

5.2.4. interação com os pares em tempo útil

5.2.5. produção de dados

5.2.5.1. interações dos alunos

5.2.5.2. desempenho dos alunos

5.2.5.3. métricas

5.2.5.3.1. futuro da educação

5.2.5.3.2. permitem ajustar e criar

5.3. curso virtual online

6. Emily Pilloton - Julho 2010 - Teaching design for a change

6.1. intervenção numa comunidade de baixos rendimentos e de baixa literacia

6.1.1. Project H. Design

6.1.1.1. Design com foco humanitário

6.1.1.1.1. 1. Pela ação

6.1.1.1.2. 2. Com as pessoas, não para clientes

6.1.1.1.3. 3. Design de sistemas, não de coisas

6.1.1.1.4. 4. Documentar, partilhar, medir

6.1.1.1.5. 5. Começar localmente, crescer globalmente

6.1.1.1.6. 6. Construir

6.1.1.2. Design como Educação

6.1.1.2.1. designer reinventam-se e tornam-se professores, saem da sua zona de conforto

6.1.1.2.2. estudo etnográfico para construção de projetos para / na comunidade

6.1.1.2.3. aprender a aprender

6.1.1.2.4. aprendizagem ao longo da vida

6.1.1.2.5. trabalho colaborativo

6.1.2. ausência de professores para melhorar literacia / desempenhos

6.1.2.1. língua materna

6.1.2.2. matemática

7. Daphne Koller - Junho 2012 - What we're learning from online education

7.1. education at a scale

7.1.1. reticularização da educação

7.2. Coursera

7.2.1. currículo mais personalizado

7.2.2. OERs / REAs

7.2.2.1. gratuitos

7.2.2.2. feedback rápido

7.2.2.2.1. tipologia de perguntas

7.2.2.2.2. avaliação peer to peer

7.2.2.2.3. avaliação em masssa

7.2.2.3. interação em tempo real com os recursos

7.2.2.3.1. potenciador de melhores e maiores aprendizagens

7.2.2.4. tornam a educação um direito pleno de facto

7.2.2.5. permitem aprendizagens ao longo da vida

7.2.2.6. estimulam a inovação e o surgimento de novos talentos, nomeadamente em regiões mais pobres

7.2.3. comunidades de alunos

7.2.3.1. presenciais

7.2.3.2. online

7.2.3.2.1. por língua

7.2.3.2.2. por país

7.2.3.2.3. por interesses culturais

7.3. compreende-se melhor aprendizagem humana a partir dos dados - data driven

7.3.1. abandonam-se as hipóteses ou pressupostos sobre como ensinar

7.3.2. fundamenta-se nos dados como ensinar

7.3.2.1. sabe-se que estratégias são mais eficazes

7.3.2.2. identificam-se os equívocos mais comuns

7.3.2.2.1. ajuda-se a resolvê-los

7.3.3. personaliza-se a educação

7.4. o formato da instrução pode matar a educação

7.5. estimular a mente dos alunos aumenta todas as métricas de desempenho

7.5.1. assiduidade

7.5.2. envolvimento

7.5.3. aprendizagem