Leishmaniose Cutânea (1989 - 1992)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Leishmaniose Cutânea (1989 - 1992) por Mind Map: Leishmaniose Cutânea (1989 - 1992)

1. 27,6% tinham menos de 20 anos, 63,3% eram do sexo masculino e 50% moravam em setores periurbanos.

2. Objetivo do estudo: avaliar fatores de risco para adquirir Leishmaniose cutânea em Selta, área de maior transmissão da Argentina.

3. Metodoligia: aplicou-se um estudo de caso-coorte com observação entre junho de 1989 e dezembro de 1992.

4. Antecedentes clínicos: consistiu no achado de lesões consideradas típicas com intradermorreação de Montenegro (IRM) reativa e sem antecedentes prévios, nem cicatrizes suspeitas.

4.1. O diagnóstico parasitológico foi feito com:

4.2. a) exame direto

4.3. b) cultura de aspirados e biópsias

4.3.1. Critérios de exclusão: existência de antecedentes mucosos e/ou antecedentes cutâneos e estar morando na zona num período menor a um ano.

4.4. c) inoculação de hamsters

5. Caso e controles

6. -Questionário sociodemográfico; -Descrições das características da vivenda e peridomicílio; -Um exame físico de pele e mucosa nasal e bucal; -Intradermorreação de Montenegro.

7. Foi definido como caso o paciente com diagnóstico de Leishmaniose cutânea, clínico ou parasitológico epidemiológico.

8. Foram selecionados aleatoriamente 2 controles para cada caso.

9. Empregaram-se como critérios de exclusão: existência de antecedentes mucosos e/ou antecedentes cutâneos e estar morando na zona num período menor a um ano.

10. Definiram-se como controles pessoas selecionadas aleatoriamente para cada caso, com a mesma idade, aproximadamente 5 anos, sexo e local de residência, que apresentaram IRM não reativa em pelo menos dois estudos durante o acompanhamento.

11. Foram excluídos os imigrantes residentes na zona, com data posterior a 1988 e os pacientes que apresentaram antecedentes e/ou sinal de lesão cutânea ou mucosa.

12. A amostra constituiu na totalidade de casos que tiveram diagnóstico de leishmaniose no período do estudo com a atribuição de controles com a relação 2 controles: 1 caso.

13. Inquérito. Nos casos e controles selecionados realizou-se: O questionário e o inquérito desenvolveram-se ad hoc.

13.1. a) um questionário sociodemográfico referente à estrutura familiar, atividades e comportamentos laborais e/ou domésticos que poderiam implicar um risco;

13.2. b) inquérito sobre as características da moradia e o seu entorno;

13.3. c) exame físico, de pele e mucosas nasal e bucal;

13.4. d) IRM;

14. Análise dos dados: Considerou-se uma associação estatisticamente significativa, para um nível de confiança de 90%.

15. RESULTADOS: definiram-se 30 pacientes como casos, pareando por idade, sexo e local de residência e 60 controles.