Elaboração de um Projeto Pedagógico Institucional (PPI)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Elaboração de um Projeto Pedagógico Institucional (PPI) por Mind Map: Elaboração de um Projeto Pedagógico Institucional (PPI)

1. Marco Referencial

1.1. São definidos princípios, valores e aspirações que orientam os objetivos e a identidade da Instituição de Ensino.

2. Diagnóstico

2.1. Trata-se do levantamento da realidade da Instituição de Ensino e comunidade. É um olhar atento à realidade para identificar as necessidades ou o confronto entre a situação que vivemos e a realidade que queremos construir.

3. Programação

3.1. Define as metas a serem atingidas, para diminuir a distância do real para o ideal, estabelecendo metas a longo, médio e curto prazos.

4. 1. Cronograma de trabalho e definição da divisão de tarefas

4.1. Definição da periodicidade e das tarefas para a elaboração do projeto pedagógico. Definir um prazo faz com que haja organização e compromisso com o trabalho de elaboração.

5. 2. Histórico da Instituição de Ensino

5.1. Sua criação, ato normativo, origem de seu nome, etc.

6. 3. Abrangência da ação educativa da escola referente

6.1. Aos alunos:

6.1.1. de nível de ensino/etapas e modalidades de educação que irá atender;

6.2. Aos profissionais da educação que atuam na escola, considerando:

6.2.1. a docência, o trabalho da equipe pedagógica e administrativa;

6.3. À comunidade externa:

6.3.1. família dos alunos e entorno social

7. 4. Objetivos

7.1. da Instituitção em geral, observando os objetivos definidos na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), 9394/96 , bases legais da EPCT, tais como a Resolução nº 6, de 20 de setembro de 2012, que defne Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profssional Técnica de Nível Médio; Resolução CNE/CEB Nº04 de 6 de junho de 2012 - a qual apresenta a nova versão do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos de Nível Médio, como também o Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia (2010).

8. 5. Princípios legais e norteadores da ação pedagógica Instituicional

8.1. Art. 206 da Constituição Federal de 1988, Art. 3º da Lei nº 9.394/96, Diretrizes Nacionais da Educação Básica, Educação Infantil, do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e outras conforme a oferta de educação da escola. A partir da identificação dos princípios registrados nas legislações em vigor, a Instiuição deve explicitar o sentido que os mesmos adquirem em seu contexto de ação.

9. 6. Currículo

9.1. Identificação do paradigma curricular da Instituição de ensino em concordância com sua opção do método, da teoria que orienta sua prática. A organização curricular deve ser organizada por etapa da educação básica e modalidades que atende, definir ementa curricular, conteúdos por áreas de conhecimento, disciplinas e anos de aprendizagem. Deve-se orientar pelo Art. 26 da LDBEN, definindo sua Base Nacional Comum e a Parte Diversificada. Somente após essa organização a escola define sua matriz curricular – nome das disciplinas e carga horária.

10. 7. Ensino, aprendizagem e avaliação:

10.1. Orientações didáticas e metodológicas quanto à educação técnica, de jovens e adultos e profissional.

10.1.1. Mecanismos de acompanhamento pedagógico, de recuperação paralela, de avaliação:

10.1.1.1. Indicadores de aprendizagem, diretrizes, procedimentos e instrumentos de recuperação e avaliação.

11. 9. Formas de relacionamento com a comunidade

11.1. Concepção de educação comunitária, princípios, objetivos e estratégias.

12. 10. Organização do tempo e do espaço escolar:

12.1. Cronograma de atividades:

12.1.1. - Aos discentes: diárias, semanais, bimestrais, semestrais, anuais. - Aos docentes: estudo, planejamento, enriquecimento curricular, ação comunitária. - Aos demais profissionais da Instituição: estudo e planejamento. - Anormas de utilização de espaços comuns: biblioteca, sala de vídeo, laboratório de informática, quadra desportiva, pátio, horta e outros.

13. 11. Acompanhamento e avaliação do projeto pedagógico

13.1. Parâmetros, mecanismos de avaliação interna e externa, responsáveis, cronograma.

14. 8. Programa de formação continuada

14.1. Concepção, objetivos, eixos, política e estratégia.