Comunicação CTR

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Comunicação CTR por Mind Map: Comunicação CTR

1. Cabeçalho padronizado: Data; Dia da semana;Turno; Nome; Condições climáticas;

2. Livro de Ocorrência

2.1. Informações sobre condições do processo (afluente, reação, efluente, níveis: tinas, caçambas, tanques de armazenagem de lodo, leitos de secagem)

2.1.1. ETE's de acompanhamento 24h: anotações dos horários das fases do processo

2.2. Condições dos equipamentos

3. Email

3.1. Agendamentos de reuniões, treinamentos

3.2. Solicitação de EPI's com cópia para Supervisão (controle)

3.3. Orientações da Coordenação/Supervisão sobre particularidades do processo em relação à testes, finais de semana, mudanças operacionais

3.4. Informativo Semanal: revisão de informações, treinamentos, implantações e cooperação de artigos diversos de outros funcionários fora da supervisão.

3.5. Carga recusada: envio para UGA/Supervisão

4. Murais

4.1. Escala mensal de trabalho

4.2. Cronograma semanal de Atividades

4.3. Espaço para informações CCP/CIPA

4.4. Informações pertinentes ao local

4.4.1. ETE Espinheiros: Descartes de lodo; ITAJ's guias visuais; Parâmetros legislação vigente; Recados da Supervisão

4.4.1.1. ETE Jarivatuba: Recados da Supervisão; Parâmetros legislação vigente; Lista atualizada de desentupidoras bloqueadas

4.4.1.1.1. Necessidade de ITAJ's guias visuais

4.4.1.1.2. Retirada de informações operacionais direcionada a cada turno (substituídas pelas ITAJ's)

5. Presença de pessoas fora do setor e motivo da visita;

6. Planilhas Digitais

6.1. Controles Operacionais com apenas dados relevantes a cada ponto (pH, OD, °C, UNT, Cl residual, Níveis...)

6.1.1. Data, horário, operador

6.1.2. IMPLANTAR Diário de Atividades para ETE's como a Espinheiros, como já é realizada no recebimento de caminhões na ETE Jarivatuba. Desta forma a comunicação das trocas de turnos seriam mais seguras e precisas, sem a necessidade de informações desnecessárias nos livros de ocorrências

6.2. Controle de Materiais para limpeza e Copa

6.3. Controle de Equipamentos

6.3.1. Controle de SS's, Help Desk, Service Desk

6.4. Recebimento de Limpa Fossas

6.4.1. Diário de Atividades

6.4.2. Cargas Recusadas

6.5. Ocorências e Não Conformidades

6.6. Resultado analíticos LCQ

6.7. Uniformes higienizados

6.8. Controle de Consumo de Produtos Químicos

6.8.1. Atualizada e revisada pelo Operador Afonso

7. Acompanhamento de Service Desk através do email automático aos interessados

8. Planilhas Físicas

8.1. EXCLUIR: devido a importância da sustentabilidade que a Companhia exige, realizar o máximo de exclusões possíveis de determinadas planilhas por excesso de informações ou duplicidade das mesmas.

8.1.1. Operacionais/Consumo: estudar a possibilidade de implantação de um tablet ou mesmo usar notebook que já possui, liberado à rede, roteado pela internet do celular volante. As informações seriam repassadas diretamente nas planilhas digitais, permitindo acesso mais célere aos dados em tempo real pela Coordenação/Operação. Todos os dados destas planilhas, são repassadas às digitais, causando duplicidade de informações. Isso já é possível realizar nas ETE's como a Espinheiros.

8.1.2. Recebimento de limpa fossa: anotar direto na planilha digital, eliminando excesso de papéis e pastas desnecessárias. Temos que ter em mente o comprometimento e profissionalismo do Operador em questão. Todos os dados destas planilhas, são repassadas às digitais, causando duplicidade de informações.

8.2. Calibração de equipamentos: realizar apenas uma verificação por dia (24h), evita o excesso de anotações desnecessárias, tendo em vista como base nos últimos 5 anos, raríssimas vezes discrepância nos resultados obtidos por cada turno em todos os equipamentos, dentro do limite operacional; continuando a revisão semanal pelo Técnico responsável.

8.3. Controle quantitativo por funcionário de uniformes à higienizar

9. Telemetria

9.1. Time que está ganhando não se meche.

9.2. Todas as informações remotas são importantes, as adequações das anotações e avisos tendem a aprimorar este processo de comunicação.

9.2.1. Níveis, pH, OD, UNT, Bombas de alimentação, recirculação (ligadas/falhas), aeradores, sopradores, misturadores (ligados/falhas)

10. Sistemas Internos

10.1. Help Desk

10.1.1. Solicitação de reagentes LCQ (Supervisão)

10.2. Myplace

10.2.1. Solicitação de férias, controle BH, controle folha ponto, folha de pagamento

10.2.2. Avaliação e desempenho

10.3. Benner

10.3.1. Requisição de Produtos

10.4. Engeman

10.4.1. Requisição/Pesquisa de SS

10.5. Google Drive (informal)

10.5.1. Mídias controle operacional, microbiologia

10.5.2. Relatórios

10.6. Google Agenda (informal)

10.6.1. Manutenções

10.7. Whatsapp (informal)

10.7.1. Comunicação em tempo real com a operação volante

10.7.2. Não usado para recados

10.8. Wiki Caj

10.8.1. PAJ's/ITAJ's

10.9. Site do Ima

10.9.1. Controle de MTR's

10.9.1.1. Emissão, baixa