Tecido Adiposo

Mapa mental sobre o sistema tegumentar

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Tecido Adiposo por Mind Map: Tecido Adiposo

1. Entendo o Tecido Adiposo - Considerado tecido conjuntivo (tecido de conexão, matriz extracelular, células e fibras) - Conjunto de células – adipócitos - Formado em sua maioria pela associação de células que acumulam lipídeos em seu citoplasma - Liberado de acordo com necessidade do organismo.

2. CLASSIFICAÇÃO DO TECIDO ADIPOSO Classifica-se em: -marrom -bege -branco - Infância: processo de hiperplasia; - Adolescência: processo de hipertrofia; - Obesos e obesos mórbidos – hiperplasia e hipertrofia.

3. ORIGEM - Mesoderma APRESENTA - Matriz de tec. conjuntivo (fibras de colágeno e reticulares) - Tec. Nervoso - Nódulos Linfáticos - Cél. Imunes (mácrófagos e leucócitos) - Fibroblastos e - Pré- Adipócitos

4. GORDURA MARROM – multilocular ou pardo - Encontrada em bebês recém-nascidos (manter temp. central térmica); - Axilar, supra clavicular, cervical, paravertebral, mediastino e pericárdio e perirrenal. - Ao envelhecer ou ganhar peso n. de cél. Marrom diminui constantemente. - Em maior grau nos magros, segundo um estudo da revista “Current Opinion in Lipidology“. - Importante para a termogênese (produção de calor). - Cél. gordura marrom são um pouco menores, possuem muitas mitocôndrias (cor/termogênese) - então queima energia e produz calor (induzida pelo frio ou dieta) em vez de armazenar. OBS: hiperglicêmicos, idosos e obesos apresentam menos tecido marrom.

5. GORDURA BRANCA (mais conhecida) – unilocular ou amarelo - Absorve os ácidos graxos livres e os triglicérides para acumula-los. - Armazenam gordura – localizado: abdômen, coxas, glúteos e culotes. - Importante no metabolismo energético, isolamento térmico e amortecimento mecânico, sintetiza hormônios (gl, endócrina / homeostase) e modela a superfície do corpo. - Associada à obesidade. Infelizmente, é o tipo de gordura mais abundante e é mais alta em indivíduos obesos. - Grandes células que possuem um minúsculo citoplasma, apenas 15% do volume da célula, um pequeno núcleo e uma grande gota de gordura que ocupa 85% do volume da célula. - Encontrados tanto a nível visceral como subcutâneo. 50% - subcutâneo 45% - cavidade abdominal 5% - intramuscular

6. GORDURA BEGE - Descoberta mais recente. - São células bifuncionais: 2 formas Inativos: morfologia similar dos adipócitos brancos (uniloculares com poucas mitocôndrias). Ativos: Estímulo adequado, se marronizam (multiloculares, com elevado número de mitocôndrias), ativam a termogênese, aumentando a queima de ácidos graxos para alimentar o processo de respiração. - São adipócitos brancos que se comportam como marrons devido à ação de certos estímulos que ativam a secreção de irisina. - Quando o estímulo desaparece, os adipócitos beges ativos voltam ao estado inativo. Após inativo, pode acontecer um novo estímulo. MARRONIZAÇÃO DA GORDURA BEGE - À medida que envelhecemos os adipócitos beges substituem os marrons em adultos. - Indução: Frio ou a ingestão de determinados alimentos. - Diminuem com aumento de peso e o avanço da idade = acúmulo de gordura corporal. - Contribui para o emagrecimento.

7. - A maior parte do tecido adiposo presente no adulto é do tipo branco. - Localiza no tecido subcutâneo e visceral. - Distribuição da gordura – hormônios, biotipo, gênero e idade. - Funções – deslizamento entre as vísceras, proteção contra traumas, isolante térmico e controle do metabolismo (produz e secreta hormônios e citocinas – leptina, adiponectina e resistina).

8. TECIDO ADIPOSO – PRINCIPAL RESERVATÓRIO DE ENERGIA - Para garantir a sobrevivência de todas as espécies, mesmo em condições de carência de alimentos, os mamíferos são capazes de armazenar/estocar o excesso de calorias que não foi solicitada para suprir as demandas metabólicas imediatas; - Lipídeos; - Proteínas; - Carboidratos.