GREGOR MENDEL

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
GREGOR MENDEL por Mind Map: GREGOR MENDEL

1. ORIGEM: Mendel nasceu em Heinzendorf bei Odrau (hoje chamada Vražni), no distrito de Nový Jičín, região de Troppau (atual Opava), na região da Morávia-Silésia, que então pertencia ao Império Austríaco.

2. Experiências com cruzamento de plantas:Desde 1843 a 1854 tornou-se professor de ciências naturais na Escola Superior de Brno, dedicando-se ao estudo do cruzamento de muitas espécies: feijões, chicória, bocas-de-dragão, plantas frutíferas, abelhas, camundongos e principalmente ervilhas

3. Abelhas:Após o estudo com ervilheira Mendel dedicou-se ao estudo das abelhas, tentando estender as suas conclusões para os animais. Produziu uma espécie híbrida entre abelhas do Egito e da América do Sul que produziam um mel considerado excelente, contudo eram muito agressivas, picando muitas pessoas dos arredores, e foram destruídas.

4. Mendel estudou a herança de sete características diferentes em ervilhas, incluindo altura, cor da flor, cor da semente e formato da semente. Para fazer isso, ele primeiro estabeleceu linhagens de ervilhas com duas diferentes formas de uma característica, tal como alta vs. baixa. Ele cultivou estas linhagens por algumas gerações até que elas fossem puras (sempre produzindo descendentes idênticos aos genitores), então cruzou-as entre si e observou como as características eram herdadas.

5. Além de registrar a aparência das plantas de cada geração, Mendel contava o número exato de plantas que mostravam determinada característica. Notavelmente, ele encontrou padrões de herança muito similares para todas as sete características que ele estudou:

6. Uma forma de característica, como por ex., alta, sempre escondia a outra forma, como por ex., baixa, na primeira geração após o cruzamento. Mendel chamou a forma visível de traço dominante e a forma escondida de traço recessivo.

7. Na segunda geração, depois que as plantas realizavam a autofecundação (polinizar a si mesmas), a forma escondida do traço reaparecia em uma minoria de plantas. Mais especificamente, sempre havia cerca de 333 plantas que apresentavam o traço dominante (por ex., alta) para cada 111 planta que apresentava o traço recessivo (por ex., baixa), formando a razão de 3:13:13, colon, 1.

8. Mendel também descobriu que as características eram herdadas independentemente: uma característica, como altura da planta, não influenciava a herança de outra, como cor da flor ou forma da semente.

9. Em 1865, Mendel apresentou os resultados de seus experimentos, realizados com quase 30.000 ervilhas, à Sociedade local de História Natural. Com base nos padrões observados, nos dados de contagem coletados e na análise matemática de seus resultados, Mendel propôs um modelo de herança no qual:

10. Características como cor da flor, altura da planta e forma da semente eram controladas por pares de fatores de herança que ocorriam em diferentes versões.

11. Uma versão de um fator (a forma dominante) poderia mascarar a presença da outra versão (a forma recessiva).

12. Os dois fatores pareados eram separados durante a produção de gametas, de forma que cada gameta (espermatozoide ou óvulo) recebia apenas um fator aleatoriamente.

13. Os dois fatores que controlavam características diferentes eram herdados independentemente um do outro.

14. As Leis de Mendel

15. A Primeira Lei de Mendel também recebe o nome de Lei da Segregação dos Fatores ou Moibridismo. Ela possui o seguinte enunciado: “Cada caráter é determinado por um par de fatores que se separam na formação dos gametas, indo um fator do par para cada gameta, que é, portanto, puro”. Essa Lei determina que cada característica é determinada por dois fatores, que se separam na formação dos gametas.

16. A Segunda Lei de Mendel também recebe o nome de Lei da Segregação Independente dos Genes ou Diibridismo. Ela possui o seguinte enunciado: “as diferenças de uma característica são herdadas independentemente das diferenças em outras características”. Nesse caso, Mendel também realizou o cruzamento de plantas com diferentes características. Ele cruzou plantas com sementes amarelas e lisas com plantas de sementes verdes e rugosas.