Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Crônica por Mind Map: Crônica

1. Etimologia advinda do grego chronikós e chronos

2. Preservação e conservação

2.1. Estando amarrada ao tempo vigente, a crônica pode funcionar como uma alternativa no mantimento da realidade presenciada por uma época

3. Relação com o leitor

3.1. A crônica fala com o leitor

3.2. Desperta sentimentos e emoções ao ser lida da maneira correta

3.3. Estabelece uma ponte entre o mundo, quem a escreve e quem a lê

3.3.1. Produzindo uma individualização do modo de leitura do texto

4. Memória e experiência

4.1. Estímulo da formação de sentidos a partir de sua leitura

4.2. Sentidos submetidos à memória e a experiência

4.2.1. Conversa entre a mente leitora e a história apresentada

5. Linguagem e discurso

5.1. Situada na intersecção entre a linguagem jornalística e o discurso literário

5.2. Desenvolve um caminho traçado pela factualidade diária e a verossimilhança

5.3. Atrelada ao coloquial e à conversa informal

5.4. Explora a dimensão fictícia de assuntos, eventos e temas reais

6. Temporalidade

6.1. Gênero textual intrinsecamente ligado ao “momento”

6.2. Trata do que é atual

6.3. Tempo como peça chave na construção da história

6.4. Aborda assuntos relacionados ao cotidiano

7. Propriedade de releitura

7.1. Habilidade de (re)contar outras histórias, como fábulas, mitos e contos de fadas

7.1.1. Adaptando-as ao tempo vigente e as tornando passíveis de serem visitadas através de uma perspectiva cronista.

8. Pessoalidade

8.1. Não neutralidade

8.2. “Eu” do autor sendo elemento marcante

8.3. Marcas pessoais de quem a escreve refletindo diretamente na crônica

8.3.1. Ideologias

8.3.2. Posicionamento crítico

8.3.3. Circunstâncias em que se encontra

8.3.4. Tudo aquilo que o constrói como sujeito