ESCOLAS CRIMINOLÓGICAS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
ESCOLAS CRIMINOLÓGICAS por Mind Map: ESCOLAS CRIMINOLÓGICAS

1. ESCOLA CLÁSSICA

1.1. Primeiro modelo criminológico

1.2. Tenta explicar o fenômeno da criminalidade

1.3. Cesare Beccaria

1.3.1. rompe a aplicação das penas

1.3.1.1. cruéis e infames

1.3.2. Apego ao princípio da legalidade

1.4. Francesco Carrara (1805-1888)

1.4.1. as causas do crime estariam relacionadas com o livre arbítrio

2. ESCOLA POSITIVISTA

2.1. aparecimento da Criminologia como ciência em 1876

2.1.1. foi publicado o famoso “O homem delinquente” da autoria de Cesare Lombroso (1835-1909)

2.1.1.1. o homem nasce criminoso

2.1.1.2. ineficaz qualquer solução para combater o crime

2.1.1.2.1. salvo aquelas que, obviamente, professassem ideias eugênicas

2.1.2. Enrico Ferri e Raffael Garofalo

2.1.3. verificação empírica

2.2. se opuseram à Escola Clássica

2.2.1. afirmavam que Beccaria e os seus seguidores sustentavam opiniões imbuídas de caráter metafísico para explicar o crime

2.2.2. o criminoso é um indivíduo que se assemelha a um doente

2.2.3. teoria dos fins das penas

2.2.4. fenômeno de regressão da espécie humana

2.2.5. reconhecer o criminoso mediante certos traços fisionômicos

2.3. ideologia do tratamento ou da correção do criminoso

2.3.1. visão antropológica, psíquica e social

2.4. A origem da tese do criminoso nato de Lombroso

2.4.1. identificação da existência de uma fosseta média da crista occipital

2.4.1.1. a Lombroso associar o delinquente à figura do homem primitivo

3. ESCOLA INTERACIONISTA

3.1. fatores que influenciam na criminalidade

3.1.1. a partir do estudo do aspecto social do criminoso

3.2. desenvolvido mais recentemente, na década de 1960 nos Estados Unidos

3.2.1. contribuições de Erving Goffman e Howard Becker

3.3. a criminalidade surge a partir de um processo de estigmatização

3.4. o criminoso é individualizado em decorrência do “rótulo” que recebe

3.5. distanciamento da sociedade

4. ESCOLA DE CHICAGO

4.1. associa a delinquência com a arquitetura da cidade

4.1.1. desordenado na cidade

4.1.2. existência de áreas criminais ou guetos

4.1.3. formação da cidade a partir de três círculos concêntricos

4.1.3.1. centro cívico, representado pela Prefeitura

4.1.3.1.1. Polícia e órgãos do Poder Judiciário

4.1.3.2. moradia ou o núcleo onde se encontram os dormitórios

4.1.3.2.1. dos indivíduos que laboram no centro cívico

4.1.3.3. o terceiro e último círculo é formado pelos guetos, periferias e/ou favelas

4.1.3.3.1. catalisador da violência

4.2. realizado por Clifford Shaw, em 1929, na cidade de Chicago

5. ESCOLA CRÍTICA

5.1. caracterização marxista

5.1.1. cenário da luta de classes

5.2. parecida com a teoria do Labelling Approach

5.3. direito penal

5.3.1. instrumento de dominação social

5.3.2. principalmente, das classes economicamente menos favorecidas

5.4. surge a figura do crime do colarinho azu

5.4.1. é cometido por indivíduos economicamente hipossuficientes

5.5. a pena deixa de ser uma prevenção

5.5.1. a sociedade sofre a represália do encarcerado