Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Tétano por Mind Map: Tétano

1. Diagnóstico

1.1. Excepcionalmente clínico

1.1.1. Exames laboratoriais

1.1.1.1. Descartar outras doenças

1.1.1.2. Monitorar complicações

1.1.2. Questionário sobre histórico

1.1.2.1. Sintomas

1.1.2.1.1. Intensidade

1.1.2.1.2. Frequência

1.1.2.1.3. Início

1.1.2.2. Imunização adequada?

1.1.2.3. Sinais de espasmos e rigidez repentinos e inexplicáveis pelos músculos do corpo

1.1.2.4. História da lesão

1.1.3. Exame Físico

1.2. Lesão de risco

1.2.1. Corte com objeto enferrujado

1.2.2. História de lesão recente

2. Tratamento

2.1. Administrar

2.1.1. Antitoxinas

2.1.2. Antibióticos

2.1.3. Sedativos

2.1.4. Suporte respiratório

2.2. Objetivos

2.2.1. Interromper produção de toxinas

2.2.2. Neutralização de toxinas não ligadas

2.2.3. Manejo de vias aéreas

2.2.4. Controle de espasmos musculares

2.2.5. Manejo da disautonomia

2.2.6. Cuidados de suporte

2.3. Realizar limpeza total da lesão

3. Prevenção

3.1. Vacinação

3.1.1. DTP

3.1.1.1. 2,4 e 6 meses de vida

3.1.1.2. 1º reforço - 15 meses

3.1.1.3. 2º reforço - 4 anos

3.1.2. DT

3.1.2.1. Reforço a cada 10 anos

3.1.3. Adolescentes e adultos nunca vacinados

3.1.3.1. 3 doses de DT

3.1.3.1.1. Intervalo mínimo entre doses - 10 dias

3.1.4. Gestantes

3.1.4.1. Uma dose de DT

3.1.4.1.1. Em cada gestação

4. Transmissão

4.1. Contato direto com esporos das bactérias com ferimentos externos

4.2. Perfurocortantes contaminados

4.2.1. Fezes de animais ou humanos

4.2.2. Terra

4.2.3. Poeira

4.3. Porta de entrada

4.3.1. Queimaduras

4.3.2. Tecidos necrosados

4.4. Não é contagioso

5. O que é?

5.1. Infecção bacteriana grave

5.2. Causada pelo bacilo Clostridium Tetani

5.3. Entra no organismos através da lesão

6. Epidemiologia

6.1. 2013 a 2018

6.1.1. 1512 casos novos

6.1.1.1. Onde?

6.1.1.1.1. Nordeste 29,4%

6.1.1.1.2. Sudeste 23,5%

6.1.1.1.3. Sul 20,8%

6.1.1.1.4. Norte 14,2%

6.1.1.1.5. Centro-oeste 12,2%

6.1.1.2. Quem?

6.1.1.2.1. Aposentados/Pensionistas

6.1.1.2.2. Trabalhadores rurais

6.1.1.2.3. Trabalhadores da construção civil

6.1.1.2.4. Estudantes

6.1.1.2.5. Donas de casa

7. Sinais e Sintomas

7.1. Febre

7.2. Taquicardia

7.3. Trismo

7.4. Disfagia

7.5. Dificuldade de deambular

7.6. Contração de músculos

7.7. Comprometimento da musculatura cervical

7.8. Hipertonia dos músculos faciais