Desigualdades Sociais

lol so pro pssor de sociologia se vc nn eh o fe vaza

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Desigualdades Sociais por Mind Map: Desigualdades Sociais

1. Causas e Consequências

1.1. Falta de acesso à uma educação de qualidade

1.1.1. A falta de uma educação de qualidade pode vir de muitos fatores, mas ela sempre leva a uma desinformação geral em pessoas que não tem esse acesso, geralmente elas sendo consideradas “burras” ou “idiotas”, levando a uma chance menor de uma educação de faculdade e de um trabalho considerado bom ou “digno”, o que causa o aumento de rendas menores, que se torna um ciclo, pois famílias com rendas menores não conseguem bancar colégios de alta estatura para suas crianças.

1.2. Investimentos insuficientes por parte do governo

1.2.1. A falta de um investimento governamental em direitos básicos de cada pessoa, como um serviço de saúde bom ou uma educação decente, acaba gerando uma inequidade social muito grande por conta da monopolização destes serviços, tornando a saúde, educação, moradia e a segurança publica uma comodidade reservada para pessoas com dinheiro.

1.3. Má distribuição de renda e concentração de poder.

1.3.1. A má distribuição de renda e de poder significa que porcentagens pequenas da população tem controle sobre grande parte dos serviços e do capital presente em um pais ou área, o que leva ao continuo ciclo do trabalhador fazendo tudo, mas recebendo pouco por este serviço, e nenhuma esperança de mudança, já que os governos são dominados por este mesmo 1%.

1.4. Administração ruim de recursos públicos

1.4.1. A má administração de recursos públicos leva a sintomas similares ao da falta de investimentos, só que com consequências maiores a grupos marginalizados como negros, já que com esta administração ruim, muitas vezes grande parte dos recursos vão para grupos como a polícia ou o próprio bolso de políticos, deixando a educação e serviços sociais subfinanciados, levando a um causa dentro da classe trabalhadora, muitas vezes causando jovens e adultos a cometerem crimes e serem encarcerados por não terem outras opções.

1.5. Dificuldade de acesso a serviços básicos

1.5.1. A falta de acesso a serviços básicos leva a um nível desproporcionado de crimes da classe trabalhadora pela falta de ajuda do governo e seus direitos básicos, deixando muitos moradores de ruas ou encarcerados, por conta da falta de um acesso a uma saúde publica boa, levando pessoas a roubar para pagar um doutor melhor, ou a falta da moradia, levando muitos a entrarem em casas abandonadas ou que não são usadas frequentemente e virarem posseiros.

1.6. Escravidão e racismo

1.6.1. Mesmo sendo abolida a 188 anos, a escravidão e seus vestígios ainda afetam populações negras no pais, já que quando abolida, não existiu nenhum tipo de apoio do governo ou da população ao povo escravizado, levando muitos a terem que trabalhar em condições muito ruins e terem de morar na rua, sem um local de abrigo, muitas vezes sem uma alimentação própria por múltiplos dias, e os ex-donos desse povo não queria ter que pagar pelo serviço de alguém que a poucos anos atrás ele possuía, levando muitos a adotarem trabalhos como faxineiros, empregadas domesticas, e recebendo um dinheiro mínimo, contribuindo a uma falta de educação boa e falta de acesso a sistemas de saúde e uma nutrição própria para o sustento de uma família. Ate hoje muitas pessoas continuam sendo racistas contra pessoas de descendência africana, mesmo formando mais de 50% da população, não vemos eles na política ou em cargos altos, por conta desta situação em que seus pais ou avos foram colocados

2. Soluções Possíveis

2.1. Reforma sistemática

2.1.1. Uma das soluções para o problema das desigualdades sociais seria uma reforma sistemática do sistema capitalista e da forma em que países são governados, colocando o bem-estar e a vida de uma pessoa na frente de um dólar, ou seja, uma reforma governamental que priorize a pessoa, não o lucro que se pode fazer em cima do trabalho dela

2.2. Investimentos governamentais

2.2.1. Outra parte da solução para os problemas das desigualdades sociais seria o melhor investimento dos recursos públicos, ou seja, o corte de financiamento de sistemas policiais opressivos e a melhor financia da educação, de projetos sociais, e de um sistema de ajuda para problemas mentais, um melhor financiamento em infraestruturas de cidades, e abrigos para sem tetos, para que em vez de ter que se tornar ao crime, as pessoas possam ser reintegradas a sociedade, e não demonizadas.

3. Estratificação social

3.1. Castas

3.1.1. As castas são uma forma de estratificação social caracterizada pela endogamia, transmissão hereditária de um estilo de vida que frequentemente inclui uma ocupação, status ritual em uma hierarquia e interação social costumeira e exclusão baseada em noções culturais de pureza e poluição.

3.2. Estamentos

3.2.1. Estamentos são uma forma de estratificação social onde, desde seu nascimento, um indivíduo seria obrigado a seguir um tipo de vida determinado, geralmente sendo ligado a um conceito de honra. Pessoas com estamentos melhores eram tratadas diferentemente perante a lei do que pessoas com estamentos considerados menores dentro daquela sociedade específica. Um exemplo comum de estamentos seria da sociedade feudal da idade média, onde você poderia ser um rei, parte do clero, ser um membro da nobreza ou ser um servo. Dentro dos estamentos, aconteciam mudanças de estamentos, um servo poderia se tornar parte do clero, ou um pequeno comerciante, tornando este sistema mais aberto do que o de castas.

3.3. Classes sociais

3.3.1. Uma classe social é um conjunto de conceitos das ciências sociais e da teoria política centrados em modelos de estratificação social que ocorrem na sociedade de classes, em que as pessoas são agrupadas em um conjunto de categorias sociais hierárquicas, sendo as mais comuns as superiores, médias e inferiores, mas também pode ser visto o uso das classes de teoria Marxista, estas sendo o proletariado e a burguesia. As classes sociais também podem ser delineadas com base em laços de parentesco ou relações de casta.

4. Karl Marx

4.1. Luta de Classes

4.1.1. A Luta de Classes é a tensão política e o antagonismo econômico que existe na sociedade em consequência da competição socioeconômica entre as classes sociais ou entre ricos e pobres. As formas de conflito de classes incluem violência direta, como guerras por recursos e mão de obra barata, assassinatos ou revolução; violência indireta, como mortes por pobreza e fome, doenças e condições de trabalho inseguras. Coação econômica, como ameaça de desemprego ou retirada de capital de investimento.

5. Max Weber

5.1. Status Social

5.1.1. Status Social é uma teoria de estratificação de três componentes que define um grupo de status como um grupo de pessoas que, dentro de uma sociedade, podem ser diferenciadas com base em fatores não econômicos como honra, prestígio, etnia, raça e religião. Weber disse que os grupos de status emergem da "casa de honra" e que tal honra por status contrasta com classes sociais, baseadas nas relações economicamente determinadas na casa do mercado, e por partido político, tendo base em afiliações no domínio político ou na casa do poder