Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Vias de administração por Mind Map: Vias de administração

1. intravenosa

1.1. vantagens: 100% de absorção do fármaco, se tem um bom controle da dose, biodisponibilidade completa

1.2. desvantagens: impropria para substancias oleosas ou insolúveis, risco de embolia, pode ocorrer infecção por contaminação, exige monitoramento do paciente

2. via enteral

2.1. não são invasivas

2.2. via oral

2.2.1. vantagens: segura, econômica, mais comum

2.2.2. desvantagens: absorção baixa, sofre o efeito de primeira passagem e destruição por enzimas digestivas

2.3. sublingual

2.3.1. vantagens: alta absorção, muito lipossolúvel e evita o efeito de primeira passagem

2.3.2. desvantagens: não pode ser administrada em pacientes inconsciente, só pode ser utilizada em pequenas doses, tem duração de ação curta e não é indicado para crianças

2.4. retal

2.4.1. vantagens: região de alta absorção

2.4.2. desvantagens: pode causar irritação gastrointestinal, absorção irregular ou incompleta, alguns fármacos podem sofrer o efeito de primeira passagem

3. via parenteral

3.1. invasivas, necessitam de injeção, dificil automedicação, porem tem ação imediata e uma boa biodisponibilidade

3.2. subcutânea

3.2.1. vantagens: absorção lenta e uniforme, produzindo efeito prolongado

3.2.2. desvantagens: requer treinamento do profissional e paciente

3.3. intramuscular

3.3.1. vantagens: pode ser utilizado substancias oleosas e aquosas, fácil visualização e acesso do musculo,

3.3.2. desvantagens: infusão de pequenos volumes, precisa de profissional capacitado, pode causar dor

3.4. intradérmica

3.4.1. vantagens: usado para reações de hipersensibilidade

3.4.2. desvantagens: via limitada, pequeno volume

4. via intra-arterial

4.1. vantagens: injetado diretamente em uma artéria, não sofre efeito de primeira passagem

4.2. desvantagens: realizado apenas por profissionais capacitados

5. via intratecal

5.1. vantagens: indicada quando se necessita de efeitos locais e rápidos nas meninges ou no eixo cérebro-espinhal, atua diretamente no sistema nervoso

5.2. desvantagens: risco de lesão e penetração espinal

6. via inalatória

6.1. vantagens: absorção instantânea do fármaco na corrente sanguínea, não sofre metabolismo de primeira passagem

6.2. desvantagens: pode causar irritação do epitélio pulmonar

7. vias odontológicas

7.1. intracanal

7.1.1. vantagens: efeito local no canal radicular e zona pulpar

7.1.2. desvantagens: pode alcançar a corrente sanguinea

7.2. supraperióstica

7.2.1. vantagens: agulha penetra até a altura do ápice do dente, intervenção em dentes superiores

7.2.2. desvantagens: bloqueio de um único dente

7.3. intraóssea:

7.3.1. vantagens: age diretamente no osso esponjoso

7.3.2. desvantagens: pode causar taquicardia

7.4. intraligamentar

7.4.1. vantagens: atinge diretamente as fibras periodontais

7.4.2. desvantagens: bloqueio de um único dente

8. aplicação tópica

8.1. mucosas

8.1.1. desvantagens: pode causar efeitos tóxicos

8.1.2. vantagens: rápida absorção, transporte de grandes moleculas polares

8.2. olhos

8.2.1. vantagens: liberação contínua

8.2.2. desvantagens: utilizada para pequenas partículas, pode causar irritação