As questões éticas atuais e o cotidiano profissional.

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
As questões éticas atuais e o cotidiano profissional. por Mind Map: As questões éticas atuais e o cotidiano profissional.

1. O que significa ética? É parte da filosofia responsável pela investigação dos princípios que motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano, refletindo esp. a respeito da essência das normas, valores, prescrições e exortações presentes em qualquer realidade social.

2. A ética é o respeito do espaço do outro, onde se faz de forma muito complexa no ambiente de trabalho, no entanto , será que a ética no cotidiano é de fato seguida? No serviço público , os servidores são na sua maioria éticos, no cumprimento de horários, das metas, do servir a população de forma organizada, respeitosa?

3. A ética é uma construção diária das escolhas, pois somos perfectíveis e não perfeitos, onde precisamos diariamente exercermos a construção dessa ética.

4. Como replicou Karnal , faça ao outro, o que gostaria que fizessem a você, creio que resume de forma brilhante um dos princípios da ética.

5. Creio que a base da ética é o respeito ao outro, fica claro e notório que nossa sociedade atual , sofre um grande conflito, que é a ausência de grande parte das pessoas do respeito, da empatia, o que gera grande conflitos da ética. Onde as pessoas que são éticas são exemplificadas na mídia com louvor, pelo que seria normal para as pessoas se torna algo inesperado.

6. Devemos considerar na atualidade , que com a internet, os aplicativos de mensagens , tem exercido muito mais informações, relatos, exemplos e a sociedade está mais atenta, reflexiva e participativa, nas críticas que evolvem a ausência da ética, principalmente no ambiente de trabalho, onde tem aumentado denúncia e ações judiciais contra assedio moral e sexual e corrupção.Obviamente ainda estamos engatinhando nesse processo, mas tudo começa com o primeiro passo.

7. Nas empresas privadas, deve ter mais conflitos de ética profissional , muitas vezes pelo poder que o gerente, diretor, coordenador exerce sobre o trabalhador, com a justificativa da possibilidade de desligar o trabalhador da empresa, o que no serviço público essa pressão não ocorre dessa forma, mas com a perda de gratificação ou cargo de coordenação.