Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
BRASIL COLONIAL por Mind Map: BRASIL COLONIAL

1. Ao longo de três séculos os pensadores mercantilistas foram mudando sua opinião a respeito do que faria a riqueza de uma nação. As fases do mercantilismo são: Mercantilismo Metalista, séc. XVI; Mercantilismo Comercial, séc. XVI; Mercantilismo Industrial, séc. XVII.

2. As capitanias hereditárias foi a primeira medida real de colonização tomada pelos portugueses em relação ao Brasil, com as capitanias foi implantado um sistema de divisão administrativa por ordem do rei D. João III, em 1534. Entre 1534 3 1536, foram distribuídas 14 capitanias.

3. MERCANTILISMO

3.1. O mercantilismo foi um conjunto de idéias e práticas econômicas desenvolvidas na Europa no Século XV, durante a idade moderna.

3.2. As principais características do mercantilismo são: O controle Social a economia; Balança comercial favorável; Monopólio; Protecionismo; Metalismo.

4. PACTO COLONIAL

4.1. O "Pacto Colonial" ou " Exclusivo Metropolitano" era um tipo de política que administrava que as coroas europeias, como o Império Português, excluíram suas colônias nas Américas principais, instituiu a exclusividade do comércio interno da colônia em favor da metrópole que a colonizou.

4.2. As características do pacto colonial estabelecido entre a colônia e a metrópole, foi que: todos os bens que geravam riquezas produzidas na colônia pertecem a metrópole, desde a extração de metais preciosos, até a produção agrícola.

4.3. As consequências do pacto colonial foi que: as metrópoles proibia totalmente o comercio de suas colônias com outros países, ou criavam impostos altos que inviabilizavam o comércio fora do pacto colonial, também vigorou a relação entre a Inglaterra ( metrópole) e suas colônias americanas ( Estados Unidos).

5. CAPTANIAS HEREDITÁRIAS

5.1. Esse sistema de capitanias foi criado pelo Rei com objetivo de colonizar o Brasil evitando assim as invasões estrangeiras.

5.2. O fracasso desse sistema se deu pelo isolamento, pois havia pouco contato entre as capitanias, a falta de investimento e recursos para desenvolver as capitanias, a inexperiência administrativa dos donotários e entre outros fatores.

6. DONOTÁRIOS

6.1. Donotários eram fidalgos leais ao rei de Portugal e membros de alta aristrocacia, e que receberam extensos lotes da coroa ( no total de 14), no período de 1534 e 1536 no Brasil Colonial. Ao todo 12 donotários receberam capitanias que poderia ser transferida hereditariamente para seu filho mais velho.

6.2. Deveres dos donotários: colonizar, defender, e fazer a capitania progredir com seus próprios recursos, e assim, garantir também os direitos do rei.

7. GOVERNO GERAL

7.1. O governo geral foi o modelo administrativo implantado pela coroa de Portugal na América portuguesa em 1548, para substituir as capitanias hereditárias que não deram certo.

7.2. O objetivo do Governo Geral era centralizar a administração da colônia. Os três primeiros governadores foram: Tomé Souza, Duarte da Costa e Mem de Sá, entre 1549 e 1572

7.3. Os principais cargos do Governo Geral foram: ouvir-mor; provedor-mor; e capitão-mor.

8. CÂMARAS MUNICIPAIS

8.1. As câmaras municipais representam o poder local das vilas no período colonial da história do Brasil. Elas surgiram da necessidade da coroa portuguesa e controlar e organizar as cidades e vilas que se desenvolviam no Brasil.

8.2. A constituição de 1824 determinou que as câmaras municipais fossem compostas por vereadores, competindo-lhes o governo econômico e municipal de vilas e cidades excluindo, portanto, a função judicial de sua esfera de atuação.

9. Google