M.O.R.F.O.L.O.G.I.A

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
M.O.R.F.O.L.O.G.I.A por Mind Map: M.O.R.F.O.L.O.G.I.A

1. PREFIXOS: apresenta-se antes de um vocábulo existente: respeito → desrespeito

1.1. DERIVAÇÃO PREFIXAL: EX: INfeliz

1.2. DERIVAÇÃO SUFIXAL: EX: felizMENTE

1.3. DERIVAÇÃO prefixal e sufixal: EX: INfelizMENTE

2. DERIVAÇÃO REGRESSIVA: muda a classe gramatical

2.1. Por Justaposição: não mexe na estrutura; sem perda fonética.

2.2. Por Aglutinação: mexe na estrutura; perda fonética.

3. HIBRIDISMO: criação de 1 palavra de 2 radicais ex: → automóvel

4. AFINAL O QUE É MESMO? Estuda a estrutura interna do vocábulos (unidades formais menores)

5. MORFEMA, MORFE e ALOMORFE

5.1. MORFEMAS: são menores unidades que podem constituir vocábulos ou partes de vocábulos

5.1.1. EX: os vocábulos dizer, disse, digo e direi, parece evidente que há em todos um mesmo morfema que se realiza nas formas [diz], [diss], [dig] e [di].

5.2. MORFE: É a concretização do morfema

5.2.1. EX: na palavra cantar, temos o morfe {cant-} + a, complementando o morfema

5.3. ALOMORFE: mais de uma realização do único morfema, ou vários morfes.

5.3.1. EX: o verbo caber apresenta um morfema básico ou nuclear que se realiza concretamente nos alomorfes [cab], [caib], [coub]

6. RADICAL: conteúdo básico das palavras.

7. CONSOANTE OU VOGAL DE LIGAÇÃO: empregadas entre o radical e o sufixo por razões de eufonia ou articulação ex: → Chaleira → facilidade

7.1. VOGAL TEMÁTICA: primeira vogal que se junta ao radical; aos sufixos e desinências e podem ser: nominal- A, E, O verbal- A (1º pessoa) E (2º pessoa) O (3º pessoa)

8. DERIVAÇÃO IMPRÓRIA: muda com o contexto (semântica)

9. DESINENCIA VERBAL: ligam-se ao radical por vogais temáticas marcam flexões dos verbos e podem ser modo temporal ou nº de pessoas ex: SOFRÍAMOS SOFR: radical ÍA: desinência modo-temporal (pretérito imperfeito) MOS: desinência nº pessoal (1º pessoa do plural)

10. DESINÊNCIA NOMINAL: morfemas que indicam a flexão das palavras em gênero e nº EX: lindAS A: indica gênero S: indica quantidade (plural)

11. DERIVAÇÃO: se um substantivo denota ação então ele é primitivo; se o substantivo denota objeto então ele será primitivo e não um verbo.