TRANSPORTE DE MEMBRANA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
TRANSPORTE DE MEMBRANA por Mind Map: TRANSPORTE DE MEMBRANA

1. TIPOS DE TRANSPORTE ATRAVÉS DA MEMBRANA

1.1. Gasto de energia que uma célula apresenta ao transportar uma substância. Aquele transporte em que não há gasto de energia é chamado de PASSIVO, e aquele que apresenta gasto de energia é chamado de ATIVO.

1.1.1. as partículas movem-se de um local mais concentrado para outro menos concentrado. O movimento acontece a favor do gradiente de concentração. A substância atravessa a membrana através da própria membrana ou através de canais. Temos por exemplo o oxigênio e o gás carbônico.

1.1.2. MEMBRANA PLASMÁTICA

1.1.2.1. Apresenta permeabilidade seletiva. Garante a entrada de oxigênio e nutrientes na célula.

1.1.2.2. é responsável, entre outras funções, por controlar todas as substâncias que entram e saem da célula.

2. DIFUSÃO SIMPLES : As partículas movem-se de um local mais concentrado para outro menos concentrado. O movimento acontece a favor do gradiente de concentração. A substância atravessa a membrana através da própria membrana ou através de canais, temos como exemplo o oxigênio e o gás carbônico.

3. TRANSPORTE PASSIVO

4. DIFUSÃO FACILITADA Uma substância é transportada por meio da participação de proteínas presentes na membrana. Essas proteínas são conhecidas como proteínas carregadoras e facilitam o movimento espontâneo das moléculas sem que haja nenhum gasto de energia pela célula. Substâncias como aminoácidos e açúcares podem ser transportadas dessa forma para o interior da célula.

5. OSMOSE É um tipo especial de difusão e, nesse caso, a substância que se difunde pela célula é a água. Nas células, a água difunde-se do meio menos concentrado para o mais concentrado. Se uma célula é colocada, por exemplo, em um meio em que a concentração de soluto (substância dissolvida) é muito maior que a do interior da célula, a tendência da célula é perder água por osmose. Se o contrário ocorre, a célula enche-se de água.

6. TRANSPORTE ATIVO

7. Transporte Ativo: Através das proteínas carreadoras e bombas como a de sódio e potássio que utilizam gasto de energia ATP com o objetivo de produzir um gradiente de concentração, proporciona uma distribuição assimétrica de íons

7.1. Transporte ativo primário: A energia que vai ser utilizada será derivada da degradação do ATP ou de outro composto de fosfato com alta energia

7.1.1. Transporte ativo secundário: Energia é derivada, secundariamente, de energia que foi armazenada sob a forma de diferenças de concentrações iônicas entre as duas faces da membrana, criadas, em primeiro lugar, por transporte ativo primário

7.2. Bomba de Sódio e Potássio: é um transporte ativo de íons que ocorre em todas as células do corpo, perante a diferença de concentrações dos íons sódio (Na+) e potássio (K+) dentro e fora da célula, é importante uma vez que estabelece a diferença de carga elétrica entre os dois lados da membrana.