Segurança do paciente

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Segurança do paciente por Mind Map: Segurança do paciente

1. A administração de fármacos e soluções por cateteres, sondas e seringas é prática de enfermagem comum que pode ser desenvolvida em ambientes de atendimento à saúde.

2. 1.IDENTIFICAÇÃO DO PACIENTE

2.1. A identificação do paciente é prática indispensável para garantir a segurança do paciente em qualquer ambiente de cuidado à saúde, incluindo, por exemplo, unidades de pronto atendimento, coleta de exames laboratoriais, atendimento domiciliar e em ambulatórios.

3. 2. CUIDADO LIMPO E CUIDADO SEGURO

3.1. Higienizar as mãos é remover a sujidade, suor, oleosidade, pelos e células descamativas da microbiota da pele, com a finalidade de prevenir e reduzir as infecções relacionadas a assistência à saúde.

4. 3.CATETERES E SONDAS

5. 4. CIRURGIA SEGURA

5.1. Este passo apresenta medidas para tornar o procedimento cirúrgico mais seguro e ajudar a equipe de saúde a reduzir a possibilidade de ocorrência de danos ao paciente, promovendo a realização do procedimento certo, no local e paciente corretos.

6. 5. SANGUE E HEMOCOMPONENTES

6.1. A administração intravenosa de sangue total ou hemocomponentes pode ser definida como a transferência de sangue e hemocomponentes de um indivíduo (doador) para outro (receptor).

7. 6. PACIENTE ENVOLVIDO COM SUA SEGURANÇA

7.1. O paciente pode e deve contribuir para a qualidade dos cuidados à sua saúde, fornecendo informações importantes a respeito de si mesmo e interagindo com os profissionais da saúde.

8. 7. COMUNICAÇÃO EFETIVA

8.1. A comunicação é um processo recíproco, uma força dinâmica capaz de interferir nas relações, facilitar e promover o desenvolvimento e o amadurecimento das pessoas e influenciar comportamentos.

9. 8. PREVENÇÃO DE QUEDA

9.1. A queda pode ser definida como a situação na qual o paciente, não intencionalmente, vai ao chão ou a algum plano mais baixo em relação à sua posição inicial. A avaliação periódica dos riscos que cada paciente apresenta para ocorrência de queda orienta os profissionais a desenvolver estratégias para sua prevenção.

10. 9. PREVENÇÃO DE ÚLCERA POR PRESSÃO

10.1. Úlcera por pressão é uma lesão na pele e ou nos tecidos ou estruturas subjacentes, geralmente localizada sobre uma proeminência óssea, resultante de pressão isolada, ou combinada com fricção e/ou cisalhamento.

11. 10. SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA

11.1. A segurança na utilização da tecnologia compreende o benefício e o impacto no uso de um ou mais recursos, em prol do restabelecimento da saúde do paciente. Visa identificar soluções que têm como propósito promover melhorias específicas em áreas de maior risco na assistência à saúde, para que a tecnologia seja utilizada de maneira apropriada.