Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
BIOELETROGÊNESE por Mind Map: BIOELETROGÊNESE

1. Bioeletrogênese é a propriedade que certas células do organismo possuem de gerar ou alterar a diferença de potencial elétrico presente na membrana plasmática

1.1. O meio intracelular é carregado negativamente devido a altas quantidades de proteínas existentes dentro das células. O meio extracelular é carregado positivamente devido à abundância de moléculas iônicas, principalmente eletrólitos, predominantes fora das células. Dessa forma, há diferença de potencial elétrico existente no interior e no exterior das células. De modo geral, as células apresentam potencial elétrico em torno de 90 miliwolts.

2. As células nervosas e células musculares esqueléticas são exemplos de células que realizam a bioeletrogênese com frequência

2.1. para produzir impulsos nervosos e para realizar a contração muscular. Ambas necessitam que ocorra uma alteração em suas cargas elétricas para que a mensagem seja enviada corretamente e essas células possam desempenhar suas atividades.

3. Potencial de repouso

3.1. O potencial de repouso de uma célula também é conhecido como potencial de ação. Essa afirmativa parece ser uma contradição, mas esse processo ocorre quando a célula está em repouso e nas seguintes condições:

3.2. Predominância elétrica negativa no meio intracelular.

3.3. Altas quantidades de proteínas.

3.4. A célula gera potenciais de ação: isso ocorre quando a célula necessita de moléculas que estão no seu exterior ou precisa fazer com que certas substâncias saiam do seu meio.

3.5. a célula promove alteração ou inversão das cargas elétricas do meio intracelular para o meio extracelular para que um potencial de ação seja gerado. Essa inversão é denominada despolarização. A partir desse momento, moléculas que são essenciais para a célula possam ser transportadas para o interior ou para fora da mesma.

4. Despolarização

4.1. A despolarização é a mudança abrupta do potencial de ação e das cargas elétricas do interior e do exterior das células fazendo com que o meio intracelular fique positivo e o meio extracelular fique negativo. Esse processo é extremamente comum nas células nervosas e em células da musculatura esquelética.

5. Repolarização

5.1. Em seguida à despolarização ocorre a repolarização, ou seja:

5.2. Retorno do potencial de ação.

5.3. Inicia-se um novo processo.

5.4. Inversão das cargas elétricas que retornam ao potencial de repouso.

5.5. Por meio da repolarização, a célula retorna ao seu estado de potencial de repouso ou ação com o meio intracelular carregado negativamente e o meio extracelular carregado positivamente.

6. Lei do “Tudo ou Nada”

6.1. Os fisiologistas denominam a bioeletrogênese de “Lei do Tudo ou Nada”, pois quando esse processo fisiológico não ocorre de forma adequada, haverá comprometimento de certas funções no organismo do animal.