Principais causas pré-analíticas de variações dos resultados dos exames laboratoriais.

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Principais causas pré-analíticas de variações dos resultados dos exames laboratoriais. por Mind Map: Principais causas pré-analíticas de variações dos resultados dos exames laboratoriais.

1. elevação de glicose no sangue. Pode baixar as beta e gama globulinas

2. Atualmente jejum indicado somente glicemia (8 h) e Perfil lipídico (12 h)

3. Diferenças hormonais específicas

4. IDADE:

4.1. maturidade funcional dos órgãos e sistemas

4.1.1. alterações significativas

4.1.1.1. recomendável a abstinência de álcool, 3 dias antes

4.1.1.1.1. Glicose

4.2. conteúdo hídrico e massa corporal

5. SEXO:

5.1. . Parâmetros em concentrações diferentes

5.1.1. valores de referência

5.2. Exemplos:

6. ETNIA:

6.1. Granulócitos mais elevados na raça branca em relação à raça negra

6.2. Exemplos

6.2.1. Amilase aumentada na raça asiática e índios americanos em relação à raça branca

7. Jejum

8. DIETA:

8.1. tempo para que os parâmetros retornem aos valores basais

8.1.1. Exemplos

8.1.1.1. Dieta líquida –Variação da concentração de alguns analitos.

8.1.2. Dieta gorda – Aumento da concentração de triglicérideos, fostase alcalina.

9. BEBIDAS ALCOÓLICAS

10. café

10.1. estimula a neoglicogênese

11. ATIVIDADE FÍSICA:

11.1. mobilização de água e outras substâncias entre os diferentes compartimentos corporais.

11.2. variações nas necessidades energéticas do metabolismo que a atividade física impõe

11.2.1. Exemplo

11.2.1.1. Atividade enzimática

11.2.1.1.1. Bilirrubina

12. Medicamentos

12.1. efeito fisiológico in vivo

12.2. interferência analítica in vitro

12.3. Exemplo

12.3.1. Fenitoína-Gama- GT-Eleva

13. FUMAR

13.1. O tabagismo crônico

13.1.1. causa

13.1.1.1. Aumento Hemoglobina,

13.1.1.2. Diminuição Colesterol HDL

14. RELAÇÕES SEXUAIS

14.1. Para alguns exames, há necessidade de abstinência sexual

14.1.1. Exemplo

14.1.1.1. Espermograma

14.1.1.2. PSA

15. ANSIEDADE E STRESS:

15.1. Pode levar a substâncias na corrente sanguínea

15.1.1. Aumento de:

15.1.1.1. Cortisol

15.1.1.2. Ureia

16. Data da Mestrução/Gestação

16.1. É relevante para:

16.1.1. AFP, BHCG, Ferro, Ferritina

17. VARIAÇÃO CRONOBIOLÓGICA

17.1. Mensal: a concentração de alguns analitos varia durante o ciclo menstrual

17.1.1. Ferritina tem um valor mais elevado na fase luteínica

17.2. Alterações sazonais:

17.2.1. Ferro é cerca de 6% mais elevado no inverno do que no verão.

17.2.1.1. LDH está mais elevada no verão do que no inverno

18. Postura

18.1. Provoca saída de água e substâncias filtráveis do espaço intravascular para o espaço intersticial

18.2. Subs. não filtraveis terão a sua concentração relativa elevada até que o equilíbrio hídrico se restabeleça

18.3. Exemplo

18.3.1. Ex: Albumina, Colesterol, Triglicéridios

19. LOCAL DA COLHEITA (altitude)

19.1. Alguns constituintes do sangue têm mudanças significativas com a altitude

20. Exames