Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Árqueas por Mind Map: Árqueas

1. • As arqueas, antigamente chamadas de arqueobactérias, são organismos procariontes pertencentes ao domínio Archaea. Várias características diferenciam-nas das bactérias :

1.1. • A maioria das arqueas são autotróficas quimiossintetizantes, enquanto as bactérias podem apresentar diversos tipos de vida.

1.1.1. • O RNA desses organismos assemelha-se mais ao dos eucariontes do que das bactérias;

1.2. • Os lipídios de suas membranas também são diferentes dos presentes nas membranas dos demais seres vivos;

1.2.1. • Suas paredes celulares são constituídas de polissacarídeos, glicoproteínas ou proteínas, não apresentando peptideoglicanas, que são substâncias presentes na constituição das paredes das bactérias;

2. • As árqueas vivem em altas temperaturas, onde muitos outros organismos não sobreviveriam. Elas são dividas em :

2.1. ⇒ Halófilos extremos: organismos que vivem em ambientes extremamente salinos, como o Mar Morto, em Israel. Um exemplo são indivíduos do gênero Halobacterium.

2.2. ⇒ Termófilos extremos: organismos que vivem em ambientes extremamente quentes. Esses organismos vivem próximo de fontes termais submarinas e utilizam a energia química do gás sulfídrico para sintetizar compostos orgânicos. Um exemplo são os chamados de “cepa 121”, pois se reproduzem nesses ambientes a uma temperatura de 121°C. Eles possuem adaptações que tornam suas proteínas e material genético estáveis nessas temperaturas.

3. • A maioria das arqueas são autotróficas quimiossintetizantes, enquanto as bactérias podem apresentar diversos tipos de vida.

3.1. Utilizam a energia das reações de oxidação de compostos inorgânicos para formar substâncias orgânicas. Essas substâncias orgânicas podem ser utilizadas para seu metabolismo ou para formar estruturas celulares.

4. • Não possuem núcleo celular delimitado por membrana, assim, seu material genético está disperso no citoplasma.

5. → Divisão do Domínio Archaea • Crenarchaeota: Inclui a maioria das espécies termofílicas. • Euryarchaeota: Nesse grupo, encontram-se todos os metanogênicos e muitos halófilos extremos. • Korarchaeota: Inclui organismos termofílicos extremos pouco conhecidos.

6. Algumas arqueias possuem características metabólicas únicas, tais como: Algumas espécies de Archaea (Halobacteria), produzem energia a partir da luz, por uma estrutura celular chamada bacteriorrodopsina.[9] Isto constitui um fenómeno de fototrofia (mas não de fotossíntese). Algumas arqueias pertencentes ao filo Euryarchaeota conseguem produzir metano, sendo por isso chamadas de metanogénios. Alguns destes organismos vivem no intestino de ruminantes.

7. • O reino Archaea contém os filos Korarchaeota Crenarchaeota Euryarchaeota Nanoarchaeota Thaumarchaeota (anteriormente considerados "Crenarchaeota mesófilos") 'Aigarchaeota'