Sistema de Atendimento

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Sistema de Atendimento por Mind Map: Sistema de Atendimento

1. Diferença de UBS e Hospital

1.1. A UBS, oferece prevenção e tratamento.

1.2. O Hospital, oferece o serviço clinico e cirúrgico.

2. Classificação e Tipos

2.1. Geral: Destinado a prestar assistência nas quatro especialidades médicas básicas.

2.1.1. Clínica Médica, Cirúrgica, Obstétrica e Pediátrica.

2.2. Especializado: Com assistência em especialidades.

2.3. Hospital Público

2.3.1. Aquele que integra o patrimônio da união, estados, Distrito federal e municípios.

2.4. Hospital Privado

2.4.1. Integra patrimônio de uma pessoa natural ou jurídica de direito privado, não instituída pelo poder público.

3. Tipos de Atenção

3.1. Primária: Unidades básicas de saúde e estratégias de saúde da família.

3.2. Secundária: Unidades de referência.

3.3. Terciária: Hospitais, pronto atendimento, maternidades (unidades de emergência/centros de pesquisas).

4. Pronto Socorro

4.1. Porta de entrada para todos os pacientes que necessitam de atendimento com urgência ou emergência.

4.2. Urgência

4.2.1. Ocorrência imprevista de agravo a saúde sem risco potência de morte.

4.3. Emergência

4.3.1. Quando o paciente apresenta condições de saúde com risco eminente de morte.

5. Classificação de Manchester

5.1. Emergência

5.1.1. Risco de morte, Parada cardiorrespiratória, Situação de choque, Respiração ineficaz, perfurações e hemorragias.

5.2. Muito Urgente

5.2.1. Incapacidade de formular frases completas, Taquicardia acentuada,Alteração do estado de consciência, Dor pré cordial ou cardíaca.

5.3. Urgente

5.3.1. Crise asmática, dor de cabeça intensa, dor abdominal com náuseas e vômitos, ferimentos menores, estado de pânico.

5.4. Pouco Urgente

5.4.1. Pequenas lesões e fraturas fechadas, dor abdominal sem alteração dos sinais vitais, vômitos e diarreias sem desidratação, idosos, gestantes e deficientes físicos.

5.5. Não Urgente

5.5.1. Dor leve, escoriações, contusões e distensões, procedimentos simples, como curativos e receitas médicas.

6. Internação

6.1. Onde o paciente fica instalado para receber tratamento/cuidados a longo prazo.

6.2. Encontramos pacientes estáveis em observação.

6.3. UTI

6.3.1. Onde interna-se os pacientes entubados ou não.

6.3.2. Geralmente pacientes em coma, ou sedação geral, estado grave, ou alto risco de infecção.

7. Centro Cirúrgico/ CC

7.1. Onde são realizados os procedimentos cirúrgicos em geral. (Totalmente estéril).

7.2. Pré operatório

7.2.1. São colocados os acessos venosos, sondas, medicações necessárias, higienização e monitoramento (enfermeiros e técnicos de enfermagem).

7.3. Salas de Cirurgia

7.3.1. Médico, Anestesista, Instrumentador, Circulante e Enfermeiro.

7.4. Pós Operatório

7.4.1. Onde o paciente aguarda o retorno para a internação, resposta da cirurgia e anestesia. (Enfermeiros e Técnicos e Enfermagem).

8. Qual o nosso papel com os pacientes?

8.1. Sempre lembrar que o paciente está em um momento de fragilidade física e emocional.

8.1.1. Apresente-se e explique qual o procedimento a ser realizado. E seja sempre gentil!

9. Prontuário

9.1. É a principal ferramenta para a assistência, pois é onde consta todo histórico do paciente, (data dos cateteres e acessos para controle de infecção, e horários das medicações)

9.2. TUDO deve ser registrado no prontuário: como data, hora e procedimento realizado. O prontuário é o documento do paciente! E defesa para o paciente e para o profissional.