NEMATOIDES

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
NEMATOIDES por Mind Map: NEMATOIDES

1. Filo Nematoda: Correspondem a 90% de todos organismos multicelulares, são essencialmente organismos águaticos, divididos em difrentes grupos emitidos, os parasitos de plantas são um dos mais importantes economicamente. Os causadores de galhas (Meloidogyne spp.) Estão entre os mais importantes. O grupo das lesões radiculares crescendo como perdas relacionadas a hortaliças frutosas. Dentro das olerícolas, as culturas mais prejudicadas são: abobora, abobrinha, berinjela, morango, melão, pepino, pimenta, pimentão e tomate. Os danos variam em função da densidade populacional inicial do patógeno no solo, suscetibilidade do hospedeiro e das condições ambientais.

2. Meloidogyne spp. : São endoparasitas sedentários. Penetram como raízes, estabelecem um sítio permanente de alimentação, e tornam-se obesos. Os machos não parasitam plantas, e conforme passam a produzir ovos. M. javanica, M. incognita e M. enterolobii (M. mayaguensis) são altamente prejudiciais.

2.1. As espécies desse gênero são consideradas como altamente prejudiciais às culturas de abóbora, abobrinha, berinjela, moranga, melão, pepino, pimenta, pimentão e tomate

3. Pratylenchus spp. : Pratylenchus brachyurus. Espécie de clima tropical, adaptada as condições climáticas brasileiras. Todas as suas fases de desenvolvimento pós - emergentes do ovo são infestantes. Penetração: intercelular ou intracelular. Após penetrarem nas raízes. nutrem se das células e causam lesões. Através das aberturas pode haver penetração de fungos e bactérias patogênicas.

3.1. parasita as hortaliças frutosas, especialmente melão e pimentão.

4. Lesões e danos: As galhas são protuberâncias que ocorrem nas raízes infestadas pelos nematoides do gênero Meloidogyne, e se formam no local de alimentação das fêmeas. As lesões necrosadas são causadas por nematoides do gênero Pratylenchus, pela alimentação, caminhamento e pela diminuição das radiculas. Comprometem a absorção e a translocação de nutrientes.

5. Identificação: Gênero Meloidogyne - através de caracteres morfológicos, examinando a região perineal da fêmea. Técnica de grande valia: Eletroforese de isoenzimas. Gênero Pratylenchus - análise do comprimento do corpo, largura da região labial, comprimento do estilete, entre outros. Técnica de grande valia: Taxonomia clássica com auxilio de microscópio de luz.