Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
COLÁGENO por Mind Map: COLÁGENO

1. Definição de colágeno: O termo “colágeno” é utilizado para denominar uma família de 27 proteínas isoformas encontradas nos tecidos conjuntivos do corpo. Em termos de quantidade, é o composto mais importante do tecido conjuntivo e é um elemento estrutural importante em organismos multicelulares.

1.1. O colágeno é uma proteína fibrosa encontrada em todo o reino animal, contém cadeias peptídicas dos aminoácidos glicina, prolina, lisina, hidroxilisina, hidroxiprolina e alanina.

2. O que é Colágeno hidrolisado? Colágeno hidrolisado é um suplemento alimentar seguro e biodisponível, composto por mistura de peptídeos de colágeno com massa molecular (MM) reduzida (~3-6 kDa) derivados da degradação enzimática do colágeno nativo da pele de animais (comumente bovino, suíno ou de peixe).

2.1. O processo industrial de obtenção do CH é complexo e de múltiplas etapas, incluindo hidrólise enzimática, que consistem na transformação do colágeno nativo, insolúvel e não digerível em um produto solúvel e digerível. O CH possui aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) como alimento/ novo ingrediente

3. Indicativos dos artigos citados pelas autoras que demonstram os efeitos benéficos do consumo de CH (separar resultados de estudos com animais de estudos com seres humanos).

4. Estudo em Animais: Tanaka et al. também comprovaram que a ingestão de CH suprimiu a diminuição da hidratação da pele, hiperplasia da epiderme e redução do colágeno tipo I induzidos pela exposição crônica à radiação UVB, na pele de camundongos.

5. Estudo em Animais: Hou et al. demonstraram que a ingestão de CH protegeu contra a diminuição nos níveis das enzimas antioxidantes endógenas (superóxido dismutase, glutationa peroxidase e catalase) na pele de camundongos expostos à radiação UV A e B.

5.1. Estudo em Animais: Um estudo recente publicado por Le Vu et al, mostrou que a suplementação oral com CH por 6 semanas, em camundongos, elevou significativamente a expressão de genes de queratina e proteínas associadas a queratina.

6. Estudo em Humanos: Proksch et al. Comprovaram melhoria significativa na elasticidade da pele de mulheres que ingeriram diariamente 2,5 g de CH específico por 8 semanas, em contraste com o grupo placebo. A melhora da elasticidade da pele foi mantida mesmo após 4 semanas da interrupção do tratamento.

7. Estudo em Humanos: Postlethwaite et al: Segundo os autores, a degradação de colágeno nativo gera peptídeos que podem atuar como um estímulo quimiotático de fibroblastos e atrair essas células para reparação de danos teciduais.

8. Referências: Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais. Tatiane Ferreira da Silva; Ana Lúcia Barretto Penna* Departamento de Engenharia e Tecnologia de Alimentos, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Unesp, São José do Rio Preto, SP, Brasil.

9. LINK: Revista do Instituto Adolfo Lutz (Impresso) - Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais