A4

Mapa mental referente à Testes de software

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
A4 por Mind Map: A4

1. Tipos de Testes

1.1. Teste de caixa branca

1.1.1. Percorrido pelo usuário, no qual o fluxo de dados é verificado onde se espera a passagem correta nas direções esperadas.

1.2. Teste de caixa preta

1.2.1. Baseado nas possibilidades de combinações possíveis como entradas de dados.

1.3. Teste funcional

1.3.1. Abrange os testes de caixa branca e preta. Averiga se o software de fato funciona para o que ele foi programado para fazer

1.4. Teste de instalação

1.4.1. Testa condições e requisitos quanto à instalação do software.

1.5. Teste de manutenção

1.5.1. Esse teste verifica se há facilidade na manutenação do software quanto à quaisquer aspectos do software;

1.6. Teste de regressão

1.6.1. Consiste no teste de conjuntos ou subconjuntos de teste já efetuados. Tal teste possibilita que após correções, sejam verificados conjuntos já testados.

1.7. Teste de usabilidade

1.7.1. Este teste verifica a Experiência do Usuário (UX) checando a sua interface, layout e como o usuário se sente se comunicando com o sistema.

1.8. Teste de segurança

1.8.1. Verifica a integridade do software no que diz respeiro à proteção contra diversos tipos de ataques.

1.9. Teste da caixa cinza

1.9.1. Une os testes das caixas preta e branca. Avaliando aspectos internos e externos, de entrada e saída.

1.10. Teste de integração

1.10.1. Ocorre a análise entre as diferentes unidades que formam o sistema, de forma geral são testados os aspectos entre a interface e a dependência de componentes.

1.11. Teste de performance

1.11.1. Diz respeiro quanto ao desempenho do software. Tempo de reação/reposta.

2. Bibliografia

2.1. Equipe Monitora. Quais tipos de testes de software e por que automatizálos?. Disponível em: <https://www.monitoratec.com.br/blog/quais-os-tipos-detestes-de-software-e-por-que-automatiza-los/>.

2.2. SILVA, Nando. Testes de software - Técnicas. Disponível em: <DevMedia | Plataforma para Programadores Teste grátis por 7 dias /testes-de-software-tecnicas/22283 >.

2.3. UFPE. Níveis de Teste. Disponível em: <RUP for Value Creation core.base_rup/guidances/concepts/levels_of_test_8A878577.html>.

2.4. FONSECA, Gabriella. Testes de software – As principais técnicas e porque realizar. Disponível em: <https://www.profissionaisti.com.br/testes-de-software-aspr inc ip a is -t e c nic a s -e -p or que -r e a liza r /#:~:t e xt =O %20Te s t e %20A lf a %2 0 %C 3 %A 9 %2 0 a q u e l e ,o b s e r v a d o s %2 0 q u e %2 0 s e r %C 3 %A 3 o %20posteriormente%20corrigidos. >.

2.5. SECCHIERI, Flávio. Entendendo o conceito por trás dos processos de Qualidade de Software. Disponível em<http://www.linhadecodigo.com.br/artigo/3404/entendendo-o-conceito-por-tras-dos-processos-de-qualidade-de-software.aspx>

2.6. VIEGAS, Júlio TESTE DE SOFTWARE: INTRODUÇÃO, CONCEITOS BÁSICOS E TIPOS DE TESTES. Disponível em: <https://blog.onedaytesting.com.br/teste-de-software/#:~:text=Existem%20diferentes%20tipos%20de%20testes%20que%20podem%20ser,conhecido%20como%20teste%20orientado%20%C3%A0%20l%C3%B3gica%20ou%20estrutural.>

3. Níveis de Teste de Software

3.1. Teste Unitário

3.1.1. Geralmente desenvolvido no decorrer do processo de desenvolvimento do software.

3.2. Teste de desenvolvedor

3.2.1. Indica os aspectos do design de teste e a implementação mais apropriada.

3.3. Teste independente

3.3.1. Indica que o design de teste e a implementação serão executados por alguém fora da equipe de desenvolvedores.

3.4. Teste independente de envolvidos

3.4.1. Teste executado com base nas necessidades e avaliações da equipe que está construindo o software.

3.5. Teste de aceitação

3.5.1. Deve ser executado antes da implementação do software. O teste consiste na aceitação do usuário, eles utilizam o software para saber se está correto.

3.6. Teste de integração

3.6.1. Assegura que os componentes no modelo de implementação operem corretamente quando combinados para executar um caso de uso.

3.7. Teste do sistema

3.7.1. Tradicionalmente feito quando o sistema está completo, com base em um ciclo de vida completo.

4. Técnicas de Teste de Software

4.1. Estrutural: Este teste tem como objetivo testar o código fonte, caminhos básicos e alternativos.

4.1.1. Stress: Verifica como o sistema é executado com determinados volumes de dados.

4.1.2. Execução: Verifica se o sistema atinge o nível desejado de eficiência.

4.1.3. Recuperação contigência: Se o sistema é capaz de retornar ao mesmo estado anterior antes da falha.

4.1.4. Operação: Se o sistema opera conforme a sua documentação.

4.1.5. Compliance: Se o sistema foi desenvolvido conforme os padrões e procedimentos

4.1.6. Segurança: Se está protegido conforme normas, políticas organizacionais e leis.

4.2. Funcional: Baseado na análise funcional do software. Verifica se o software está correto e funcionando de acordo com o esperado

4.2.1. Requisitos: Construído conforme especificação.

4.2.2. Regressão: Se o sistema ou alguma parte dele foi afetado após alguma alteração.

4.2.3. Tratamento de erros: Se há tratamento de erros para as possíveis falhas.

4.2.4. Manual: Interação Homem - Máquina

4.2.5. Controle: Verifica se o sistema possui controle de dados, validações e integridade, logs de auditoria.

4.2.6. Paralelismo: As versões produzem os mesmos resultados positivos.

4.3. Alfa

4.3.1. Focado no usuário final do programa, mas o teste ocorre no ambiente do desenvolvedor.

4.4. Beta

4.4.1. É realizado pelo cliente, no ambiente do cliente. Erros são observados e anotados para correção.

4.5. Baseada em erros

4.5.1. Inclusão de erros propositais como forma de revelar erros existentes.