Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Êxtase - MDMA por Mind Map: Êxtase - MDMA

1. Anfetamina

2. 3,4-metilenodioximetanfetamina

3. Droga criada em laboratório para fins medicinais, como inibidor de apetite

3.1. O MDMA foi sintetizado e patenteado pelo laboratório alemão Merck

3.2. Em 1950 - utilizado em psicanálise

4. Em 1998 foi proibido no Brasil

5. Usuários jovens adultos

5.1. Boa formação escolar

5.2. Inseridos no mercado de trabalho

5.3. Classe social privilegiada

5.4. Muito utilizado em festas e baladas

5.5. Ambientes ligados ao prazer noturno

6. O efeito dura em torno de 10 horas

7. Sensação de prazer, bem-estar e sociabilidade

7.1. Conhecido como pílula do amor - estimulante sexual

8. Droga injetável ou via oral

9. Efeitos colaterais:

9.1. Aumento da frequência cardíaca

9.2. Hipertermia

9.3. Sudorese

9.4. Boca Seca

9.5. Fadiga

10. Mecanismo de ação

10.1. Até hoje não foi totalmente esclarecido

10.2. Aumento da concentração 5-HT

10.3. Bloqueia a enzima MAO A

10.3.1. Responsável pelo metabolismo da 5-HT

10.4. Provoca decréscimo na TPH

10.4.1. Responsável pela síntese da 5-HT

11. Farmacocinética

11.1. 20 a 60 minutos após a ingestão - surgem os efeitos

11.2. Pico da concentração plasmática - 2 horas após a administração oral

11.3. 24 horas após a ultima dose ainda há níveis residuais

11.4. Doses elevadas aumentam os níveis plasmáticos

11.5. Meia vida - 7 a 6 horas

11.6. Em casa do intoxicação - 6 a 8 horas para completa eliminação

12. Eliminação parcial - metabolismo hepático

12.1. 65% da dose é excretada sem metabolização, por excreção renal

13. Interações farmacocinéticas

13.1. A maior parte do MDMA é desmetilado pela CYP 2D6,

13.2. Inibição da CYP 2D6

13.3. Fluoxetina, paroxetina e cocaína inibiram o metabolismo do MDMA

13.4. Bupropiona, haloperidol, quinidina, ritonavir e metadona aumentaram as concentrações do MDMA

13.4.1. Inibiram a CYP 2D6

14. Tratamentos

14.1. Ansiedade/Agitação/Convulsões: diasepam

14.2. Hiponatremia: restrição hídrica e solução salina

14.3. Hipertensão grave: labetalol

14.4. Síndrome da serotonina: ventilação e uso de bloqueadores neuromusculares

14.5. Falência múltipla de órgãos: diurese com manitol ou furosemida