Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Vida Adulta por Mind Map: Vida Adulta

1. Jovem

1.1. Início

1.1.1. Fim da adolescência

1.1.1.1. Maturidade Psicológica

1.1.1.1.1. Autonomia

1.1.1.1.2. Auto controle

1.1.1.1.3. Responsabilidade

1.1.1.1.4. Independência dos Pais

1.1.1.1.5. Escolha da carreira

1.1.1.1.6. Formação da família

1.1.1.2. Leigos

1.1.1.2.1. Responsabilidade por si mesmo

1.1.1.2.2. tomada de decisão independente

1.1.1.2.3. Independência Financeira

1.2. Físico

1.2.1. Saúde

1.2.1.1. Influência Genética

1.2.1.1.1. Doença Cardíaca

1.2.1.1.2. Colesterol Alto

1.2.1.1.3. Depressão

1.2.1.2. Renda

1.2.1.2.1. Maior taxa de Pobreza

1.2.1.3. Educação

1.2.1.3.1. Ingresso direto na faculdade, mas baixa porcentagem de conclusão

1.2.1.4. Raça/Etnia

1.2.1.4.1. Brancos e asiáticos mais saudáveis

1.2.1.4.2. Ameríndios e afro-americanos menos saudáveis

1.2.1.5. Fator de risco

1.2.1.5.1. Má alimentação

1.2.1.5.2. Obesidade e depressão

1.2.1.5.3. Entorpecentes

1.2.1.5.4. Morte por acidente

1.2.1.5.5. Ferimentos e homicídios

1.2.1.5.6. Álcool, Tabagismo, estresse, sono

1.2.1.6. Atividade física

1.2.1.6.1. Controle do peso, melhora a musculatura, Fortalece coração e pulmões

1.2.1.6.2. Previne dia

1.3. Cognitivo

1.3.1. Estágios

1.3.1.1. Piaget: Operatório - Formal

1.3.1.2. Dewey: Pensamento reflexivo

1.3.1.2.1. 20 aos 25 anos

1.3.1.3. Labouviev-Vief: Pensamento pós - formal

1.3.1.4. Schaie: Sete estágios

1.3.1.4.1. Aquisitivo, realizador, responsável, Executivo, reoganizativo, Reintegrativo, criação de herança

1.3.1.5. Fowler: Estágios da fé

1.3.1.5.1. Intuitiva Projetiva, confiança básica

1.3.2. Teoria Triárquica da Inteligência -Sternberg

1.3.2.1. Elemento Empírico e contextual

1.3.2.1.1. Conhecimento tácito: perspicácia, bom senso

1.4. Psicossocial

1.4.1. Nível de Bem-estar Adulto Jovem

1.4.1.1. Maior quando

1.4.1.1.1. Solteiros, sem filhos. universitários e morando sozinho

1.4.2. Desenvolvimento do ego

1.4.2.1. Autocompreensão, autoconhecimento, autogerenciamento

1.4.3. Identidade

1.4.3.1. Recentralização, moratória contemporânea, racial/ética

1.4.4. Relacionamento com os pais

1.4.4.1. Necessidade de aceitação, dificuldade de desatar as amarras

1.4.5. Cinco fatores dos traços

1.4.5.1. Neuroticismo, extroversão, abertura para o novo, amabilidade, consciencisidade

1.4.6. Relacionamento

1.4.6.1. Amizade e amor

1.4.7. Estilos conjulgais

1.4.7.1. Solteiro, casados, homossexuais, concubinato, divórcio

2. Intermediária

2.1. Inicio

2.1.1. 40 aos 65 anos

2.1.1.1. Surgimento do termo em 1895

2.2. Físico

2.2.1. Declínios comuns

2.2.1.1. Audição, visão, olfato, tato e paladar

2.2.2. Transformações estruturais e sistêmicas

2.2.3. Pele flácida, cabelos finos e grisalhos, perda de altura, perda óssea, Ganho de peso

2.2.4. Diminuição da capacidade vital

2.2.4.1. Atividade física ajuda a retardar o processo

2.2.5. Diabetes, hipertensão, osteoporose

2.2.6. Declínio nas funções cerebrais

2.2.6.1. Perdas podem ser trabalhadas com atividade física

2.2.7. Mulheres

2.2.7.1. Menopausa, queda na produção de hormônios, câncer de mama, reposição hormonal

2.2.8. Homens

2.2.8.1. Disfunção erétil, redução de esperma, irritabilidade, problemas cardíacos, humor deprimido

2.2.9. Comportamento e Saúde

2.2.9.1. Maior taxa de mortalidade

2.2.9.1.1. Excesso e baixo peso

2.3. Cognitivo

2.3.1. Wechsler

2.3.1.1. Diminuição das habilidades verbais e de desempenho

2.3.2. Schaie

2.3.2.1. Capacidades mentais básicas permanece forte

2.3.3. Cattel

2.3.3.1. Inteligência fluida e cristalizada

2.3.4. Encapsulação

2.3.4.1. Capacidade fluída torna conhecimento acessível

2.3.5. Declínio de memória de evocação e fluência verbal

2.3.6. Pensamento integrativo

2.3.6.1. Experiências de vida e aprendizado interior

2.3.7. Criatividade

2.3.8. Trabalho complexo, pensamento flexível

2.3.9. Estudo Seatle

2.3.9.1. Declínio do raciocínio indutivo e orientação espacial após os 50 anos

2.3.10. Capacidade para lidar com novas tecnologias tão bem quanto adultos jovens

2.3.11. Letramento

2.4. Psicossocial

2.4.1. Geração, gênero, etnia, cultura e nível sócio econômico, podem contribuir

2.4.2. Freud: Personalidade concretizada

2.4.3. Maslow e Carl Rogers: Oportunidade para mudanças positivas

2.4.4. Jung: individuação e transcendência

2.4.5. Erikson: Generatividade x estagnação

2.4.5.1. Generatividade e identidade

2.4.6. Neugarten: Interioridade

2.4.7. Self verdadeiro

2.4.8. Crise na meia idade, anteriormente chamada de segunda adolescência

2.4.8.1. Revisão e reavaliação do passado, momentos decisivos

2.4.9. Desenvolvimento da identidade

2.4.9.1. Formação da identidade como principal preocupação

2.4.10. Whitbourne: Teoria do processo de identidade

2.4.10.1. Esquema da identidade, assimilação da identidade, acomodação da identidade, equilíbrio da identidade

2.4.11. Bem estar psicológico e saúde mental positiva

2.4.11.1. Auto aceitação, relacionamentos positivos, autonomia, domínio sobre o ambiente, objetivo de vida, crescimento pessoal

2.4.12. MIDUS: emotividade positiva aumenta entre os homens e cai entre as mulheres

2.4.13. Satisfação com a vida e idade

2.4.14. Teorias do contato social

2.4.14.1. comboio social e seletividade socioemocional

2.4.15. Casamento, coabitação, divórcio, amizades, tornar-se avós

2.4.16. Ninho vazio, ninho atravancado, síndrome da porta giratória

2.4.17. Relacionamento com pais idosos

2.4.17.1. Maturidade e crise filial

2.4.17.1.1. Geração sanduíche, esgotamento de cuidador

2.4.18. Criando netos

2.4.18.1. Cuidado de parentesco