Ordem Diptera

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Ordem Diptera por Mind Map: Ordem Diptera

1. Subordem Brachycera

2. Subordem Nematocera

2.1. Família Ceratopogonidae

2.1.1. Culicoides (mosquito-pólvora)

2.1.1.1. pequenos

2.1.1.2. asas manchadas

2.1.1.3. abdôme cinza/preto acastanhado

2.1.1.4. sexo diferenciado pela antena

2.1.1.5. vivem em mangues, pântano

2.1.1.6. hábito noturno-crepuscular

2.1.1.7. picada dolorida

2.1.1.8. precisa de água no ciclo

2.1.2. Simulium (borrachudo)

2.1.2.1. cor negra ou marrom escuro

2.1.2.2. tórax abaulado ("corcunda")

2.1.2.3. gosta de água corrente sem salinidade

2.1.2.4. diferenciação sexual pelos olhos

2.1.2.5. picada dolorida- pica muitos organismos!

2.1.2.6. Encefalite Equina do Leste, estomatite vesicular, protozoários e filarídeos

2.1.2.7. 2a maior causa de cegueira no mundo (verme no olho)

2.2. Família Psychodidae

2.2.1. Phlebotomus/ Lutzomyia ("mosquito-palha")

2.2.1.1. frágeis

2.2.1.2. cor clara, 5 mm de comprimento

2.2.1.3. aspecto piloso- pelinhos!

2.2.1.4. olhos grandes e negros

2.2.1.5. pernas grandes, asas com bordas eretas

2.2.1.6. antenas com 16 segmentos

2.2.1.7. palpos com 5 segmentos

2.2.1.8. ap. bucal adaptado para picar e sugar

2.2.1.9. diferenciação sexual

2.2.1.9.1. machos tem um "gancho" no último segmento (para segurar a fêmea) e são mais finos

2.2.1.9.2. fêmeas não tem o "gancho" e são mais robustas, para carregar os ovos

2.2.1.10. LARVAS: branco-acinzentadas com cabeça cinza; cerdas caudais longas (1 par no 1o estágio larval, 2 pares no 2o)

2.2.1.11. OVOS: botados em rachaduras no solo onde há matéria orgânica e umidade

2.3. Família Culicidae

2.3.1. Culex

2.3.1.1. 2 a 10 mm

2.3.1.2. corpo delgado, olho proeminente

2.3.1.3. pernas longas

2.3.1.4. fêmeas hematófagas

2.3.1.5. hábito noturno-crepuscular

2.3.1.6. sexo diferenciado pelas antenas

2.3.1.7. ovos postos juntos na superfície da água, "jangada"

2.3.1.8. larvas com sifão respiratório angular

2.3.2. Aedes

2.3.2.1. preto com listras brancas no tórax e patas

2.3.2.2. hábito diurno (mas pode sair quando houver necessidade)

2.3.2.3. ovos individualmente postos próximos à margem da água, em diversos criadouros, resistem à dessecação

2.3.2.4. larva com sifão respiratório reto

2.3.2.5. DENGUE!

2.3.3. Anopheles

2.3.3.1. cor amarelada

2.3.3.2. hábito noturno

2.3.3.3. larvas sem sifão respiratório

2.3.3.4. ovos tem flutuadores, postos diretamente na água

2.3.4. Haemagoghus

2.3.4.1. estritamente silvestre

2.3.4.2. periferia de florestas

2.3.4.3. colocam ovos na parte interna de ocos de árvore que acumulam água

2.3.4.4. transmissão de febre amarela!

2.3.4.5. COLORAÇÃO

2.3.4.5.1. Hg. leucocelaenus: tórax com escamas escuras e uma faixa prateada

2.3.4.5.2. Hg. janthinomys: tórax com escamas escuras que varia de verde escuro a azul

2.3.5. Sabethes

2.3.5.1. ovos diretamente na água

2.3.5.2. os ovos devem entrar em contato com a água!

2.3.5.3. estritamente silvestre

2.3.5.4. Colorido metalizado (pode ser violeta, azul, roxo, verde) pernas "peludas", como se usasse botas

3. Subordem Cyclorrapha