MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
MANUTENÇÃO INDUSTRIAL por Mind Map: MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

1. Corretiva

1.1. Correção da falha de maneira aleatória, ou seja é a correção da falha ou desempenho menor que o esperado após a ocorrência do fato. Esse tipo de manutenção implica em altos custos pois causa perdas de produção; a extensão dos danos aos equipamentos é maior.

2. MANUTENÇÃO PLANEJADA

2.1. A manutenção planejada (MP) são atividades que têm o grande objetivo de detectar, prevenir ou mesmo reduzir erros e falhas em equipamentos. A ideia é tentar eliminar o máximo possível ações de manutenção que não são programadas, ou seja, imprevistos ou mesmo problemas maiores.

3. MANUTENÇÃO NÃO-PLANEJADA

3.1. É o tipo de manutenção que pega de surpresa uma vez que não houve planejamento ou monitoramento de nenhuma das formas descritas anteriormente. A correção da falha acontece de forma aleatória para evitar maiores problemas.

4. Preventiva

4.1. É aquela feita para reduzir/evitar falhas ou quedas no desempenho dos equipamentos. Envolvendo tarefas sistemáticas como: as inspeções, substituição de peças e reformas. Para isso, utiliza-se um plano antecipado com intervalos de tempo definidos.

5. Preditiva

5.1. É o tipo de manutenção feita para analisar através de dados e instrumentos específicos as variáveis de desempenhos de um equipamento. Alguns dos dados analisados são: temperatura, vibração, análises físicas e químicas, dentre outras. E visa realizar ajustes no maquinário ou no equipamento apenas quando eles precisarem, porém, sem deixá-los quebrar ou falhar. Com um acompanhamento direto e constante é possível prever falhas, saber quando será necessário fazer uma intervenção e, assim, entrar em ação.

6. Corretiva

6.1. É realizada quando percebemos que o equipamento não está trabalhando como deveria ou quando está com o desempenho menor que o esperado e para correção de falhas. Ela é mais barata, rápida e mais segura que a manutenção corretiva não planejada.

7. ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO

7.1. É o conjunto de atividades que permite que a confiabilidade seja aumentada e a disponibilidade garantida. É deixar de ficar consertando, convivendo com problemas crônicos, melhorar padrões e sistemáticas.