Os Organismos Internacionais como Efeito da Globalização

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Os Organismos Internacionais como Efeito da Globalização por Mind Map: Os Organismos Internacionais como Efeito da Globalização

1. ONU

1.1. FAO: trabalha no combate à fome e à pobreza por meio da melhoria da segurança alimentar e do desenvolvimento agrícola

1.2. UNESCO: busca promover a paz mundial por meio da educação, cultura e ciência

1.3. UNICEF: promove os direitos e o bem-estar de crianças e adolescentes em 190 países e territórios

1.4. FMI: organismo com sede na cidade de Washington; -seu objetivo é estabelecer a cooperação econômica em escala global.

1.5. Banco Mundial: efetua empréstimos a países em desenvolvimento. É o maior e mais conhecido banco de desenvolvimento no mundo

1.6. OMC: legislar e acompanhar as transações econômicas e comerciais realizadas entre diferentes países.

1.7. OMS: promover o acesso à saúde de qualidade a todos os povos do mundo.

2. G7 x G8

2.1. G7: - Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido. - fórum integrado por sete nações que representam metade da economia mundial. - Reúnem-se desde 1975 para discutir questões relacionadas à economia.

2.1.1. G8: - As discussões propostas nas reuniões têm por finalidade diminuir as disparidades entre as economias dos países subdesenvolvidos. - Estados Unidos, Japão, Alemanha, Canadá, França, Itália, Reino Unido e Rússia.

3. G20

3.1. - Fórum de cooperação internacional que reúne as 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia, - O fórum se reúne para discutir e definir os rumos da economia financeira e industrial, - Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, República da Coreia, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Turquia, Reino Unido, Estados Unidos e União Europeia.

4. BRICS

4.1. - Agrupamento formado por cinco grandes países emergentes; - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - Representam cerca de 42% da população, 23% do PIB, 30% do território e 18% do comércio mundial.