Saúde Bucal coletiva

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Saúde Bucal coletiva por Mind Map: Saúde Bucal coletiva

1. Partiu-se da teoria das práticas de Pierre Bourdieu, complementada pelos conceitos de hegemonia e contra-hegemonia em Gramsci.

2. Origens

2.1. nasceu como crítica

2.1.1. práticas vinculadas à odontologia privada de mercado

2.1.2. Odontologias Alternativas

2.2. emergiu das discussões sobre a implantação das práticas e PSB no Instituto de Saúde de São Paulo.

2.2.1. sistematização de uma concepção de SBC, em 1988,

2.2.1.1. Paulo Capel Narvai

2.2.1.2. Marco Manfredini

2.2.1.3. Paulo Frazão

2.2.1.4. Carlos Botazzo

2.3. 1980 no Brasil

3. Objetivos

3.1. luta pela hegemonia das práticas

3.1.1. disputa pelo rumos das PSB no Brasil.

4. Desafios

4.1. articular seus subespaços burocrático e político

4.1.1. de modo que o desenvolvimento teórico dê subsídio para a prática odontológica nos serviços de saúde

4.2. (FDI), não contempla os objetos da SBC.

4.2.1. permanência das antigas “Odontologias”

5. SBC

5.1. Campo da Saúde por princípio Interdisciplinar

5.1.1. se dedica

5.1.1.1. Saúde Bucal das Populações e Indivíduos em seus contextos

5.1.1.2. Serviços e Sistemas de Saúde.

6. designar

6.1. fenômeno histórico específico e distinto das Odontologias alternativas

6.1.1. Odontologia Sanitária

6.1.2. Odontologia Preventiva e Social (OPS)

6.1.3. Odontologia Simplificada

6.1.4. Entre outras

7. propõe tratar a saúde bucal na perspectiva dos determinantes sociais da saúde

8. movimento de politização da odontologia brasileira

8.1. evoliu para uma reflexão crítica envolvendo os modelos de prática odontológica naquele período

8.1.1. Odontologia Simplificada

8.1.2. Odontologia intregal

9. buscou compreender a permanência das “Odontologias Alternativas"

9.1. no espaço social de luta pela saúde bucal no Brasil,

10. referencial teórico para as políticas e as práticas de saúde bucal no âmbito do SUS