lesão no X par

disfonias

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
lesão no X par por Mind Map: lesão no X par

1. nervo laríngeo superior unilateral

1.1. voz pouco alterada na emissão coloquial, podendo haver a perda parcial dos controles agudos, além de rouquidão, bitonalidade, diplofonia/soprosidade em grau leve

1.1.1. há possibilidade de engasgos e pequena aspiração

2. nervo laríngeo superior bilateral

2.1. perda de sons agudos e redução da tensão das PPVV, qualidade vocal rouca severa crepitante, frequência fundamental grave, nenhuma modulação e baixa intensidade vocal; disfonia pode ser extremamente severa

2.1.1. engasgos e aspirações recorrentes

3. nervo laríngeo recorrente unilateral

3.1. variam de acordo com o grau de paralização, logo pode haver diferentes graus de soprosidade, rouquidão e diplofonia

4. nervo laríngeo recorrente bilateral

4.1. a voz pode estar normal ou extremamente soprosa, depende da posição da paralisia das PPVV, possui geralmente uma frequência fundamental aguda, extensão vocal reduzida

4.1.1. dispõe de uma limitação respiratória de discreta a severa, com estridor laríngeo á inspiração /detêm de uma fadiga vocal e limitações na hora de praticar atividades físicas/

5. nervo laríngeo recorrente + superior unilaterais

5.1. os sintomas variam de acordo com a posição da prega vocal paralisada: a qualidade vocal soprosa com bitonalidade

5.1.1. pode apresentar pequenos engasgos e/ou aspirações

5.1.1.1. há possibilidade de fadiga vocal

6. nervo laríngeo recorrente + superior bilaterais

6.1. voz soprosa grau severo

6.1.1. aspiração constante

6.1.1.1. acentuada fadiga vocal e dispnéia