Visão Geral - SISTEMAS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Visão Geral - SISTEMAS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE por Mind Map: Visão Geral - SISTEMAS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

1. Sistemas de Vigilância em Saúde

1.1. O Sistema Nacional de Vigilância em Saúde (SNVS),

1.2. Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SNVE),

1.3. Sistema Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental.

1.4. O Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS),

2. Vigilância em Saúde

2.1. A Vigilância em Saúde constitui um processo contínuo e sistemático de coleta, consolidação, análise e disseminação de dados sobre eventos relacionados à saúde, visando o planejamento e a implementação de medidas de saúde pública para a proteção da saúde da população, a prevenção e controle de riscos, agravos e doenças, bem como para a promoção da saúde.

2.1.1. As ações de Vigilância em Saúde são coordenadas com as demais ações e serviços desenvolvidos e ofertados no SUS para garantir a integralidade da atenção à saúde da população.

3. Sistema Nacional de Vigilância em Saúde (SNVS)

3.1. Comissão de Monitoramento e Avaliação do conjunto de ações que compõem o Sistema Nacional de Vigilância em Saúde (SNVS),

3.1.1. com a finalidade de contribuir para o permanente aperfeiçoamento do sistema, sua sustentabilidade e institucionalização dos avanços obtidos no âmbito da Vigilância em Saúde.

4. Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica

4.1. Lista nacional de notificação compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública

4.2. NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

4.3. Relação das epizootias de notificação compulsória e suas diretrizes para notificação

5. Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS)

5.1. Pela interdependência do seu conteúdo e do desenvolvimento de suas ações, a vigilância sanitária e a vigilância epidemiológica são consideradas, conceitualmente, como integrantes da Vigilância em Saúde, implicando compromisso solidário do Poder Público e da sociedade na proteção e defesa da qualidade de vida.

5.2. Operativamente, a atuação da vigilância sanitária requererá fundamentação epidemiológica eficiente, voltada para a prevenção ou detecção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes da saúde individual e coletiva.

5.2.1. Entende-se por vigilância sanitária o conjunto de ações capaz de:

5.2.1.1. I - eliminar, diminuir ou prevenir riscos e agravos à saúde do indivíduo e da coletividade;

5.2.1.2. II - intervir nos problemas sanitários decorrentes da produção, distribuição, comercialização e uso de bens de capital e consumo, e da prestação de serviços de interesse da saúde; e

5.2.1.3. III - exercer fiscalização e controle sobre o meio ambiente e os fatores que interferem na sua qualidade, abrangendo os processos e ambientes de trabalho, a habitação e lazer.

5.2.2. Sistema de notificação e investigação em vigilância sanitária (VIGIPOS)

5.2.2.1. o monitoramento, análise e investigação dos eventos adversos e queixas técnicas relacionados aos serviços e produtos sob vigilância sanitária na fase de pós-comercialização/pós-uso.

5.2.2.2. A gestão do Sistema de Notificação e Investigação em Vigilância Sanitária será compartilhada entre o Ministério da Saúde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), as Secretarias Estaduais de Saúde e as Secretarias Municipais de Saúde.

6. Clique aqui e vá para outro Mapa Mental