ROMANTISMO NO BRASIL (1836-1881)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
ROMANTISMO NO BRASIL (1836-1881) por Mind Map: ROMANTISMO NO BRASIL           (1836-1881)

1. Contexto histórico

1.1. Segundo reinado

1.2. País escravocrata

1.3. Exaltação da natureza do Brasil

1.4. Fundamentado no romantismo de Portugal

1.5. Independência brasileira

2. 1° Geração Romântica

2.1. Nacionalismo (1836-1840)

2.1.1. Culto a natureza

2.1.1.1. Manuel de Araujo Porto Alegre

2.1.1.2. Antônio Teixeira

2.1.1.3. Souza

2.1.1.4. Domingos Gonçalves Magalhães

2.2. Autores

2.2.1. José Alencar

2.2.2. Gonçalves Dias

2.2.3. Joaquim Manoel de Macedo

2.2.4. Bernardo Guimarães

2.2.5. Novo Tópico

2.3. Indianistas (1840-1850)

2.3.1. Herói indígena (centro)

2.3.2. Inspirados nos heróis da cavalaria medieval

3. 2° Geração Romântica

3.1. Ultrarromantismo (1850-1860)

3.1.1. Sentimentalismo no ápice

3.1.2. Narrativa das origens do Brasil

3.1.3. "Mal do século"

3.2. Aurores

3.2.1. Gonçalves Dias

3.2.2. Álvares de Azevedo

3.2.3. Casimiro de Abreu

3.2.4. José de Alencar

3.2.5. Manoel Antônio de Almeida

3.2.6. Junqueira Freire

3.2.7. Fagundes Varela

3.2.8. Laurindo Rabelo

4. 3° Geração Romântica

4.1. Condoreirismo (1860-1880)

4.1.1. Transição para o realismo

4.1.2. Preocupava-se com causas sócio-politicas

4.1.2.1. Guerra do Paraguaiu

4.1.2.2. Abolição da escravatura

4.1.2.3. Proclamação da república

4.1.3. Homem negro=personagem sofrido

4.2. Aurores

4.2.1. Joaquim de Sousa Andrade

4.2.2. Tobias Barreto

4.2.3. Franklin Távora

4.2.4. Visconde de Taunay

4.2.5. Castro Alves

4.3. Influências de Vítor Hugo (filosofo)