Colonização na américa

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Colonização na américa por Mind Map: Colonização na américa

1. Inglaterra

1.1. Chegou no Brasil entre 1584 a 1587. Mas a colonização começou em 1607

1.1.1. Treze colônias

1.1.1.1. Primeiro estado: Virginia

1.1.1.1.1. 1603

1.1.1.2. Norte

1.1.1.2.1. Pequenas propriedades rurais para culturas de subsistência

1.1.1.3. Centro

1.1.1.3.1. Manufatura metalúrgica e têxtil

1.1.1.4. Comércio triangular

1.1.1.4.1. Intensa atividade comercial no Norte e Centro.

1.1.1.5. Sul

1.1.1.5.1. Tabaco para exportação. Além do arroz, anil e algodão

1.1.1.6. Último estado: Geórgia

1.1.1.6.1. 1733

1.2. Colonizadores: pessoas sob perseguição religiosas ou que sofreram pelo êxodo rural.

1.2.1. Ofereciam trabalhos temporários para quitar a divida.

1.2.1.1. Facilitando a chegada de muitos Ingleses.

2. França

2.1. Falharam em suas primeiras tentativas de ocupação

2.2. Entraram pela América do Norte, Antilhas e Guianas

2.2.1. Fundaram a França Antartica em 1555 e tiveram boas relações com Tupinambas

2.2.1.1. Portugueses os derrotaram em 1560

2.2.2. França equinocial em 1612 no literal do Maranhão

2.2.2.1. Em 1613 sofreram um ataque, mas houve uma trégua de 2 anos

2.2.2.1.1. Destruídos por uma expedição luso-espanhola em 1615

2.2.2.1.2. E em 1616 construíram o forte do presépio, e foram expulsos por uma investida portuguesa um ano após.

2.2.2.2. Povoaram Quebec em 1608

2.2.2.3. 1680 ocuparam regiões do Golfo do México

2.3. Século XVII

2.3.1. Guianas e ilhas no Caribe

2.3.1.1. Economia do Plantation: Mão de obra escrava e cultivo de cana de açúcar, mandioca e tabaco

2.3.2. Derrota na guerra do sete anos, e perderam Quebec e parte das antilhas

3. Conclusão

3.1. Podemos concluir que a taxa de sucesso e alcance da Inglaterra foi muito maior

3.2. E que a França demorou de conseguir se estabelecer, e ficou um tempo no controle, mas como das outras vezes teve problemas e de certa forma, um fracasso

3.2.1. No final perdeu maior parte das suas terras para Inglaterra. Algumas para Portugal e Espanha