Anticonvulsivantes

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Anticonvulsivantes por Mind Map: Anticonvulsivantes

1. CARBAMAZEPINA

1.1. Atua nos canais de Na+ produzindo inibição de descargas no foco epilético

1.2. Absorção lenta e irregular após administração oral - latência de 4 a 8 horas;

1.3. Biotransformação hepática

1.4. Indicações: convulsões generalizada e focais

1.5. Dose para cães - 4 a 10 mg/kg dia dividido em 2 a 3 vezes;

1.6. Dose para gatos - 25 mg/kg BID (controle de agressividade)

1.7. Efeitos colaterais: sedação, êmese, nistagmo, hepatopatia

2. Os anticonvulsivantes ou antiepiléticos formam um grupo de remédios voltados principalmente para o tratamento e prevenção de crises convulsivas e epiléticas.

3. FENOBARBITAL

3.1. Aumento da concentração de GABA;

3.2. Boa absorção por via oral, porém latência de 20 minutos;

3.3. 25% da dose sofre excreção renal de forma inalterada pH dependente;

3.4. Níveis plasmáticos estabilizam entre 7 e 10 dias;

3.5. Meia-vida de 30 a 102 horas / Excreção entre 47 a 74 horas;

3.6. Indicação - convulsões generalizadas ou focais;

3.7. Dose para cães: 2 a 6 mg/kg VO BID; Dose para gatos: 1 a 5 mg/kg VO BID;

3.8. Níveis séricos específicos: 15 a 40 g/mL;

3.9. Efeitos colaterais: sedação, poliúria, polidipsia, polifagia, alterações hepáticas;

4. PRIMIDONA

4.1. Mecanismo similar ao fenobarbital;

4.2. Rápida absorção após administração oral;

4.3. Biotransformação hepática - fenobarbital e femiletilmalonamida (FEMA);

4.4. Indicação: convulsões generalizadas e focais;

4.5. Dose para cães: 35 a 70 mg/kg/dia dividido em duas vezes;

4.6. Nível sérico efetivo: 5-15 g/mL;

4.7. Efeitos colaterais: mesmos do fenobarbital, porém mais acentuados;

4.8. Dose para gatos: não é recomendado seu uso para gatos

5. DIFENIL-HIDANTOÍNA (FENITOÍNA):

5.1. Lenta absorção após administração oral;

5.2. Grande ligação a proteínas plasmáticas - 90%;

5.3. Eliminação renal - apenas 5%;

5.4. Indicação: Status epileticus, convulsões generalizadas e focais;

5.5. Dose para cães - 20 a 35 mg/kg QID ou TID;

5.6. Não recomendado para gatos

5.7. Nível sérico efetivo - 10-20 g/mL

5.8. Efeitos colaterais: raramente apresenta sedação como efeito colateral; pode causar hepatopatia;

6. BENZODIAZEPÍNICOS

6.1. Anticonvulsivante de eleição

6.2. Potencializam os efeitos do GABA

6.3. Elevam limiar convulsivo e bloqueiam excitação

6.4. Absorção oral e biotransformação hepática;

6.5. Indicações: Status Epilepticus, convulsões focais, generalizadas

6.6. Cães desenvolvem tolerância

6.7. Efeitos colaterais: sedação e polifagia;

6.8. DIAZEPAM: - medicamento de eleição para momento de crise; - pode desenvolver tolerância após 1 a 2 semanas de uso; - dose IV para cães e gatos - 0,5 a 1 mg/kg - efeitos colaterais: sedação e polifagia;

7. BROMETO DE POTÁSSIO:

7.1. Hiperpolarização dos neurônios

7.2. Meia-vida longa - 16,5 dias (utilização SID)

7.3. Medicação única ou associada

7.4. Indicação: convulsões refratárias a outros medicamentos ou hepatopatas

7.5. Dose para cães - 22 a 40 mg/kg VO SID

7.6. Dose para gatos - 30 mg/kg VO SID

7.7. Efeitos colaterais: ataxia (principalmente membros pélvicos), dermatite alérgica, aumento nos níveis séricos de potássio

7.8. Animais com distúrbios renais - utilizar brometo de sódio