Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
EPIDEMIOLOGIA por Mind Map: EPIDEMIOLOGIA

1. JOHN SNOW

2. Higéia: saúde coletiva. Harmonia entre homem e ambiente. Ações preventivas entre os elementos (terra, fogo, ar e água).

3. Panacéia: medicina curativa e individual. Intervenção sobre o indivíduo doentes

4. Definição

4.1. "ciência que estuda o processo saúde-doença em coletividades humanas, analisando a distribuição e os fatores determinantes das enfermidades, danos à saúde e eventos associados à saúde coletiva"

5. Tem como objetivo

5.1. Proporcionar dados para planejamento, execução e avaliação das ações de prevenção, controle e tratamento das doenças

5.2. Descrever a distribuição e a magnitude dos problemas de saúde na população;

5.3. Estudos dos determinantes de saúde-doença

6. Pilares

6.1. Um saber clínico

6.2. Uma base metodológica

6.3. Substrato ideológico

7. Representantes

7.1. Hipócrates (460 a.C. - 377 a.C.);

7.2. John Snow (1813 - 1858);

7.3. John Graunt (1620 - 1674);

8. Principais utilidades

8.1. Entender as casualidades dos agravos à saúde;

8.2. Identificar perfis e fatores de risco;

8.3. Analisar a situação de saúde;

8.4. Estabelecer medidas preventivas;

8.5. Estabelecer critérios para a Vigilância em Saúde;

8.6. Definir os modos de transmissão;

9. Classificação

9.1. Epidemiologia Clínica

9.1.1. Conhecer o ambiente em que vive o paciente

9.2. Epidemiologia Social

9.2.1. Verificar a situação da saúde da população dando um enfoque nas desigualdades sociais existentes

9.3. Epidemiologia Clássica

9.3.1. Estuda as origens comunitárias dos problemas de saúde da população

10. PERSPECTIVA HISTÓRICA

10.1. HIPÓCRATES

10.1.1. Médico grego que viveu a cerca de 2500 anos

10.1.2. Analisa as doenças em bases racionais afastando o sobrenatural

10.1.3. Ao invés de atribuir uma origem divina as doenças, discute suas causas ambientais

10.2. TEORIA MIASMÁTICA

10.2.1. Segundo essa teoria as doenças eram o resultado da má qualidade do ar

10.2.2. Origem da palavra malária como mau ares

11. Estudou as epidemias de cólera em Londres e consegui incriminar o uso de água contaminada como a responsável pelos eventos. Traçou métodos de controle de novos surtos que são validos até hoje.

12. publicou um tratado sobre tabelas mortuárias de Londres. Analisou nascimentos e óbitos semanais e quantificou o padrão de doença na população londrina.

13. PIERRE LOUIS

13.1. Estudou a tuberculose e a febre tifoide Propôs a contagem rigoroso de casos de doenças Introduzindo o método estatístico. Mostrou através de dados que a sangria feita no tratamento de pneumonias era prejudicial e aumentava a letalidade.

13.2. Analisou a letalidade da pneumonia em relação a época do início do tratamento com sangrias

14. JOHN GRAUNT

14.1. Ele é considerado o pai da demografia ou das estatísticas vitais. A estatística tem seu nascimento originado na política.

14.2. Analisou a mortalidade por sexo e região

15. Primeira metade do Séc. XX

15.1. Influência da microbiologia

15.2. Teoria dos germes

16. Alterou o conceito de doença e contágio

16.1. Progresso da ciência e da tecnologia

17. Oswaldo Cruz

17.1. Peste, Varíola e Febre Amarela

17.1.1. Instituto Oswaldo Cruz

18. Identificação dos agentes etiológicos

18.1. Expanção do campo de investigação

18.1.1. Ciclo dos parasitas

18.1.1.1. Agente X Hospedeiro X Ambiente