Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Geosfera por Mind Map: Geosfera

1. Estrutura Interna da Terra

1.1. Observação

1.1.1. Estudada mediante observação direta e indireta de fenômenos associados.

1.1.1.1. Como magma expelido pelo vulcões, ondas sísmicas que atigem a superfície ou as perfurações na crosta.

1.1.2. Estudos feitos descobriram as estruturas da Terra: Químicos e Físicos.

1.1.2.1. Químico: Crosta, Manto Superior/Inferior e Núcleo Externo/Interno.

1.1.2.2. Físico: Litosfera, Astenosfera, Mesosfera e Endosfera.

2. Minerais e Rochas

2.1. Minerais

2.1.1. Essencias para o desenvolvimento econômico mundial, porém isso aumenta a dependência desses recursos naturais não renováveis.

2.1.1.1. O carvão representou o avanço da sociedade humana no tocante à modernização da economia e à elevação de vida, atualmente, o petróleo domina o cenário da produção industrial.

2.2. Rochas

2.2.1. É composta por dois ou mais minerais, com diferentes caracteristicas como origens, texturas e elementos.

2.2.1.1. Magmáticas: Rochas primárias que se originam no interior da crosta com resfriamento do magma, classificadas em intrusivas ou efusivas.

2.2.1.2. Sedimentares: Rochas secundárias que se originam na superfície terrestre com aglomeração de sedimentos de outras rochas, classificadas em clásticas ou detrícas.

2.2.1.3. Metamórficas: Originada de transformações químicas das rochas magmáticas e sedimentares, classificadas mediante a sua resistencia.

3. Dinâmica das Placas Tectônicas

3.1. Teoria

3.1.1. Desenvolvida inicialmente por Alfred Wegener, no fim do século XIX, porém somente na metade do século XX, foi confirmada sua pesquisa.

3.2. Placas Tectônicas

3.2.1. Imensos blocos rochosos que flutuam sobre a atmosfera e interferem na transformação do relevo terrestre por meio de deslocamentos.

3.3. Sismos

3.3.1. São produzidos pelo movimento das placas tectônicas, conhecidos como terremotos e maremotos, classificados pela escala Richter.

3.3.2. Escala Richter

3.3.2.1. Os sismógrafos, são aparelhos que captam a intensidade das ondas sísmicas, e traduzem em niveis da escala Richter, que vai do nivel 1 até o nivel 10. Vale lembrar que nenhum tremor atingiu 10 pontos.

4. Relevo

4.1. Intemperismo

4.1.1. A desagração acontece em Intemperismo químico como o contato da água com a rocha, ou Intemperismo físico como o clima afetam as rochas.

4.2. Formas de relevo

4.2.1. Planalto

4.2.1.1. Formações com atitudes maiores que 300 m acima do nivel do mar, formando cadeias montanhosas.

4.2.2. Planíces

4.2.2.1. Áreas que apresentam topografia plana ou pequenas ondulações, favorecendo o crescimento de centros populacionais. Altitude não ultrapassa mais que 300 m prevalecendo rochas sedimentares.

4.2.3. Depressões

4.2.3.1. Encontrado abaixo do nível do mar, originada pelo intenso desgaste dos agentes externos sobre as rochas de menor resistência.

5. Solo

5.1. Definição

5.1.1. Camada superficial resultante da decomposição de rochas, que envolve a ação integrada do clima e da matéria organica.

5.1.1.1. Por ser um processode formação do solo na natureza exige muito tempo, razão pela qual ele é classificado como recurso natural não renovável.

5.2. Formação

5.2.1. Eluvial

5.2.1.1. Formação do solo que se mantém no mesmo local da rocha matriz.

5.2.2. Aluvial

5.2.2.1. Formação do solo que se forma apartir da decomposição de sedimentos transportados de outros ambientes.

5.3. Perfil

5.3.1. Horizonte "A"

5.3.1.1. Agrega nutrientes organicos e minerais essenciais para o desenvolvimento das plantas, sendo chamado como horizonte arável.

5.3.2. Horizonte "B"

5.3.2.1. Predomina a concentração de minerais, não contém a presença de raízes, conhecida como subsolo.

5.3.3. Horizonte "C"

5.3.3.1. Indicado pelo existencia de fragmentos de rochas misturadas ao sedimentos, denominada como rocha matriz.