Psicologia Organizacional

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Psicologia Organizacional por Mind Map: Psicologia Organizacional

1. Décadas de 50 e 60 do século XX

1.1. Teoria Geral dos Sistemas

1.1.1. Concepção da organização como um conjunto de elementos inter-relacionados e interdependentes que formam um todo.

1.2. Papel da Psicologia: Aprimorar o desempenho das pessoas e da organização através da consciência dos efeitos da dinâmica organizacional sobre o comportamento do trabalhador.

2. Virada do século XIX para o século XX

2.1. Teoria da Administração Científica (Taylorismo)

2.1.1. Garantir a eficiência dos resultados através do monitoramento minucioso de todos os eventos.

2.1.2. Eliminação do desperdício , da ociosidade operária e reduzir os custos.

2.2. Trabalhador: visto como matéria prima.

2.3. Papel da Psicologia: Identificação de aptidões que favorecessem o exercício eficiente das tarefas, e consequentemente, o aumento dos lucros e produtividade.

3. Década de 20 do século XX

3.1. Escola das Relações Humanas

3.1.1. Alterações de resultados de produtividade com base nas organizações de grupo.

3.1.2. Desenvolvimento de estudos sobre motivação, comunicação, liderança e relacionamento interpessoal.

3.2. Papel da Psicologia: Humanização da Administração, buscando romper com os pressupostos rígidos e mecanicistas presentes na Teoria da Administração científica.

4. Décadas de 70 e 80 do século XX

4.1. Teoria Contingencial

4.1.1. Existência de uma relação funcional entre as condições do macroambiente, o desenvolvimento tecnológico e as características organizacionais.

4.2. Papel da Psicologia: Inovação tecnológica acompanhada do aumento da atenção ao desenvolvimento organizacional e novas atribuições ao papel da Psicologia como recrutamento, seleção, treinamento.

4.3. Trabalhador: visto como sujeito, dando ênfase à sua singularidade.

5. Década de 90 do século XX ao presente

5.1. Psicologia Organizacional e do Trabalho

5.1.1. Intervenção multidisciplinar e interdisciplinar.

5.1.2. Relação entre a qualidade dos produtos e o bem-estar do trabalhador, incentivando a busca de alinhamento dos interesses organizacionais com a satisfação das necessidades dos funcionários.

5.2. Papel da Psicologia: Contribuição na busca da promoção de um ambiente laboral mais humanizado, como também na mobilização e manipulação da subjetividade