Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
BEHAVIORISMO por Mind Map: BEHAVIORISMO

1. O termo behaviorismo foi inaugurado pelo americano John B. Watson, em artigo publicado em 1913, que apresentava o título "Psicologia: como os behavioristas a vêem".

2. O termo behavior significa COMPORTAMENTO - para denominar essa tendência teórica usamos BEHAVIORISMO - e também - COMPORTAMENTALISMO, TEORIA COMPORTAMENTAL, ANÁLISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO, ANÁLISE DO COMPORTAMENTO.

3. B. F. Skinner - o behaviorismo de Skinner ficou conhecido como behaviorismo radical. A base da corrente skinneriana está na FORMULAÇÃO DO COMPORTAMENTO OPERANTE.

4. Watson postulou o comportamento como objeto da Psicologia - e isso deu a esta ciência a consistência que os psicólogos da época vinham buscando - um objeto observável, mensurável, cujos experimentos poderiam ser reproduzidos em diferentes condições e sujeitos. Essas características foram importantes para que a Psicologia alcançasse o status de ciência, rompendo com sua tradição filosófica.

5. Watson defendia uma perspectiva funcionalista para a Psicologia, isto é, o comportamento deveria ser estudado como função de certas variantes do meio.

6. O comportamento é entendido como uma interação entre aquilo que o sujeito faz e o ambiente onde o seu "fazer" acontece. Behaviorismo dedica-se ao estudo das interações entre o indivíduo e o ambiente, entre as ações do indivíduo (suas respostas) e o ambiente (as estimulações).

7. Os psicólogos dessa abordagem chegaram aos termos resposta e estímulo para se referirem àquilo que o organismo faz e às variáveis ambientais que interagem com o sujeito.

8. FUGA - nesse caso, o comportamento reforçado é aquele que termina com um estímulo aversivo já em andamento

9. EXTINÇÃO - É um procedimento no qual uma resposta deixa abruptamente de ser reforçada.

10. DISCRIMINAÇÃO DE ESTÍMULOS - quando uma resposta se mantém na presença de um estímulo, mas sofre certo grau de extinção na presença de outro. Isto é, um estímulo adquire a possibilidade de ser conhecido como discriminativo da situaçao reforçadora. Sempre que ele for apresentado e a resposta emitida, haverá reforço.

11. GENERALIZAÇÃO DE ESTÍMULOS - um estímulo adquire controle sobre uma resposta devido ao reforço na presença de um estímulo similar, mas diferente. Frequentemente, a generalizaçao depende de elementos comuns a dois ou mais estímulos.

12. No Brasil, talvez a área clínica seja, hoje , a que mais utiliza os conhecimentos do behaviorismo, A ANÁLISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO pode nos auxiliar a descrever nossos comportamentos em qualquer situação, ajudando-nos a modificá-los.

13. PUNIÇÃO - Envolve a consequenciação de uma resposta quando há apresentação de um estímulo aversivo ou remoção de um reforçador positivo presente. Ações que levam à supressão temporária da resposta sem, contudo, alterar a motivação.

14. Quando a frequência ou a forma da resposta é diferente sob estímulos diferentes, diz-se que o comportamento está sob o controle de estímulos.

15. REFORÇO PRIMÁRIO - alguns eventos tendem a ser reforçadores para toda uma espécie, como por exemplo: água, alimento e afeto. REFORÇO SECUNDÁRIO - são aqueles que adquiriram a função quando pareados temporalmente com os primários. Alguns desses reforçadores secundários, quando emparelhados com muitos outros, tornam-se REFORÇADORES GENERALIZADOS, como o dinheiro e a aprovação social.

16. A ESQUIVA - é um processo no qual os estímulos aversivos condicionados e incondicionados estão separados por um intervalo de tempo apreciável, permitindo que o indivíduo execute um comportamento que previna a ocorrência ou reduza a magnitude do segundo estímulo,

17. Razões para adotar esse termos: a RAZÃO METODOLÓGICA deve-se ao fato de que os analistas experimentais do comportamento tomaram, como modo preferencial de investigação, um método experimental e analítico; RAZÃO HISTÓRICA - refere-se aos termos escolhidos e popularizados, que foram mantidos posteriormente por outros estudiosos do comportamento, devido ao uso generalizado.

18. Esses comportamentos reflexos ou respondentes são interações estímulo-resposta (ambiente-sujeito) incondicionadas, nas quais certos eventos ambientais confiavelmente eliciam certas respostas do organismo que independem de aprendizagem.

19. COMPORTAMENTO OPERANTE - inclui todos os movimentos de um organismo dos quais se possa dizer que, em algum momento, têm efeito sobre ou fazem algo ao mundo ao redor. O comportamento operante opera sobre o mundo, por assim dizer, quer direta, quer indiretamente.

20. REFORÇAMENTO - Chamamos de reforço a toda consequência que, seguindo uma resposta, altera a probabilidade futura de ocorrência dessa resposta.

21. O REFORÇO POSITIVO - é todo evento que aumenta a probabilidade futura da resposta que o produz. O REFORÇO NEGATIVO - é todo evento que aumenta a probabilidade futura da resposta que o remove ou atenua.