ÁTOMOS MULTIELETRÔNICOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
ÁTOMOS MULTIELETRÔNICOS por Mind Map: ÁTOMOS MULTIELETRÔNICOS

1. O sistema multieletronico mais simples é o do átomo de hélio (Z=2)

2. Em um átomo multieletrônico nunca pode haver mais de um é ocupando o mesmo estado quântico.

3. Um sistema constituído de vários é deve ser descrito por uma autofunção total anti-simétrica.

4. Na teoria de Hartree resolve-se a eq. de Schrödinger para 1 e-, usando V(r) de 1). Com isso obtém-se as autofunções dos vários estados possíveis: ψα(r,θ,φ); ψβ (r,θ,φ); ψγ(r,θ,φ); ... com energias totais: Eα; Eβ; Eγ; ... sendo que α, β, γ, ... representam cada conjunto de 4 números quânticos.

5. O estado fundamental do átomo: os estados quânticos são preenchidos de maneira a minimizar a energia total do sistema, obedecendo à condição fraca do princípio de exclusão. Assim, teremos: ψα(r1,θ1,φ1); ψβ (r2,θ2,φ2);

6. o tratamento quântico de partículas idênticas (e próximas). Os elétrons diferença entre a mecânica quântica e a clássica Indistinguibilidade

7. No caso das 2 partículas idênticas na caixa. Elas são descritas por suas coordenadas espaciais e a orientação de seus spins: (r1, Sz1) e (r2, Sz2)

8. Os estados do sistema são descritos pelas autofunções, identificadas por um índice: ψα(1) indica que a partícula 1 está no estado α (espacial e de spin). ψβ(2) indica que a partícula 2 está no estado β (espacial e de spin).