Formas de governo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Formas de governo por Mind Map: Formas de governo

1. Monarquia:Monarquia é uma forma de governo, sendo a mais antiga em vigência nos dias atuais. Em uma monarquia, o rei/rainha ou imperador/imperatriz ocupa o cargo de monarca e, geralmente, é chefe de Estado, podendo ser também chefe de governo. Essa variação vai depender, basicamente, do tipo da monarquia.

2. Tirania:tirania é, historicamente, um tipo de governo em que o líder chega ao poder ou continua na liderança de maneira ilegítima. Os primeiros registros de governos tiranos datam do período arcaico da Grécia Antiga (séculos VIII a.C. a VI a.C.), tanto é que a palavra tirania origina-se do vocábulo grego týrannos, que significa líder ilegítimo. Por conta do abuso de poder e crueldade praticado por muitos governantes tiranos ao longo da história, o termo tirano passou por uma ressignificação, tornando-se sinônimo de governante autoritário e cruel que abusa de seu poder.

3. Oligarquia é uma forma de governo controlada por um pequeno número de pessoas. Esse pequeno grupo se utiliza da manutenção no governo para permanecer no poder, concentrar renda e expandir seus privilégios sobre a classe dominada. Ou seja, seus interesses sempre estão sempre acima dos da maioria.

3.1. democracia moderna, tal como a concebemos hoje, isto é, pautada em ordenamentos jurídicos e instituições políticas sólidas, que representam os três poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo), só se tornou possível após a derrocada do Antigo Regime Absolutista, na transição do século XVIII para o século XIX. Com a Revolução Francesa e, depois, a Era Napoleônica, surgiram na Europa alguns dos alicerces do que viria a ser o nosso modelo de regime democrático: a formação de grandes centros populacionais, em virtude da Revolução Industrial; a noção de povo associada a uma nação; a soberania política da nação passou a ser vinculada a esse povo, e não mais ao rei; e a instituição do voto, ou sufrágio universal, como parte do sistema representativo direto.

4. Diarquia:Diarquia é uma forma de governo em que a chefia é compartilhada por dois chefes de Estado. Na maior parte das diarquias, o diarca mantém a sua posição para a vida e passa as suas responsabilidades e poderes aos seus filhos ou familiares, quando morre. Como por exemplo o rei, quando ele morre a sua posição passa a ser do seu filho homem mais velho.

5. A democracia desenvolvida em Atenas não era considerada o melhor dos governos possíveis (como é hoje o nosso modelo de democracia), e isso por um motivo razoavelmente simples: apenas uma fração mínima dos “homens livres” integrava a vida política de Atenas. Mulheres, escravos, estrangeiros e outras categorias sociais não tinham direito de participar das deliberações da Assembleia (Ekklesia). A experiência da democracia ateniense tinha como preocupação fundamental, antes de qualquer coisa, evitar a tirania – pior forma de governo para época. Do mesmo modo, a forma de governo aristocrático também cumpria esse papel.

5.1. Já a monarquia absoluta é caracterizada pela extensão ilimitada dos poderes do monarca sobre o país que governa. Assim, o monarca nesse tipo de monarquia assume a função de chefe de Estado e chefe de governo. Nessa forma de monarquia, os poderes do monarca estão acima de toda e qualquer instituição política e, assim, concentra a extensão dos três poderes: executivo, legislativo e judiciário.

6. parlamentar é um sistema político no qual os poderes do monarca são limitados pelo parlamento, um governo organizado constitucionalmente e eleito pelo povo. Ela se difere da monarquia absolutista pois, nesta última, o poder está concentrado apenas nas mãos do soberano.

6.1. Demagogia: quando a massa de cidadãos preocupa-se apenas com aqueles que estão no poder ou quando se preocupa apenas com a massa, deixando as elites de lado, o sistema democrático torna-se uma demagogia

6.2. Despostimo:diz respeito ao monarca que desrespeita as leis, que abusa de sua autoridade e que age à revelia daquilo que é estabelecido na Constituição.

6.2.1. Principado: o poder aqui é singular, ou seja, é uma forma de monarquia em que o príncipe concentra o poder em suas mãos.